Quinta, 23 de Novembro de 2017

Fundo cultural divulga selecionados

16 ABR 2010Por 20h:49

OSCAR ROCHA

 

Foi publicada ontem, no Diário Oficial, a lista dos contemplados da edição 2010 do Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul (FIC). Foram selecionados 27 projetos, totalizando recursos no valor de R$ 1 milhão. "A intenção era selecionar todas as áreas artísticas, mas isso não foi possível. Por exemplo, o audiovisual não foi contemplado com nenhum projeto. Mesmo com boas propostas enviadas, são iniciativas que, para serem concretizadas, precisariam de valores altos", explica o gerente do Fundo de Investimentos Culturais (FIC), Edilson Aspet.

No total, 177 propostas foram enviadas para análise do Conselho de Cultura. Dos inscritos, mais da metade não foi habilitada para o processo de seleção. "A questão de habilitação dos projetos ainda é complexa, mesmo com a Fundação de Cultura promovendo, anualmente, projeto que busca esclarecer o processo aos interessados em enviar suas propostas. O índice daqueles que não passam pelo jurídico ou pelo técnico ainda é grande. São problemas referentes à documentação, planilhas, entre outros", aponta Edilson.

Dos 27 projetos aprovados, sete são da área de Literatura; seis de Música; dois do âmbito do Folclore e Manifestações Tradicionais; dois de Artes Visuais; dois do Artesanato; um do Patrimônio Cultural; seis das Artes Cênicas e um de Pesquisa Cultural. "O resultado alcançado pelo fundo nos dois anos anteriores foi extremamente satisfatório. Posso afirmar que a cena cultural do Estado foi significativamente enriquecida com a execução destes projetos, que beneficiaram a Capital e municípios do interior", afirmou o presidente da fundação, Américo Calheiros.

Os proponentes dos projetos aprovados têm até dez dias para apresentar a documentação exigida para execução do convênio que assegura os recursos. Os projetos que receberão maiores recursos são o 4º Festcamp – Festival Nacional de Teatro de Campo Grande/MS – organizado pela Associação Artística Cultural Palco de Artes Cênicas, Esportes, Lazer e Promoção Social, que ficará com R$ 75 mil; e "Dança MS", produzido por Blanche Torres, com R$ 70 mil. Vários projetos tiveram que ter seu custos redimensionados para ser selecionados.

Entre os demais projetos contemplados estão a "Série memória sul-mato-grossense - volumes I a IX", do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul; o 1º Salão de Artes Plásticas de Aquidauana e o 5º Festival do Sobá – Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande MS.

Leia Também