Segunda, 20 de Novembro de 2017

Funcionários da Santa Casa voltam a parar hoje

6 JUL 2010Por 07h:50
DANIELLA ARRUDA

Trabalhadores do setor de enfermagem da Santa Casa mantêm hoje cronograma de paralisações de três horas durante os três turnos de trabalho no hospital, na tentativa de abrir negociação direta com a Santa Casa sobre o dissídio coletivo da categoria, que atualmente vem sendo discutido entre os sindicatos patronal e dos trabalhadores. A última proposta, de reajuste de 2%, foi apresentada no dia 25 de junho, sendo rejeitada pela categoria, que reivindica índice de 15%.
Durante a manhã de ontem, cerca de 50 trabalhadores permaneceram das 6h às 9h em frente ao saguão do hospital. Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, o atendimento à população foi mantido ontem durante os horários de paralisação — realizadas também das 12h30min às 13h30min e das 18h30min às 21h30min —, porém o usuário enfrentou demora para ser atendido, por causa da saída dos profissionais de seus setores, sobrecarregando quem permaneceu na escala mínima de trabalho. Por dia, o pronto-socorro da Santa Casa realiza cerca de 80 atendimentos, número que foi mantido ontem, apesar da paralisação dos funcionários da enfermagem.
Pela manhã, houve reunião do novo presidente da Santa Casa, Jorge Martins, com uma comissão dos funcionários, porém os representantes do pessoal da enfermagem da Santa Casa saíram sem a resposta que esperavam. “Ele disse que está chegando agora e precisa de um tempo para se familiarizar com a situação. Fomos então encaminhados para outra pessoa da diretoria, que não tem poder de decisão e ficou de levar as reivindicações da categoria para a junta interventora”, informou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Siems), Helena Delgado, que participou da reunião. A próxima reunião da junta administrativa está programada para quinta-feira.

Salário
Pela proposta de reajuste reivindicada pela categoria, o salário dos atendentes de enfermagem passa de R$ 504,47 para R$ 593,50; o de auxiliar vai de R$ 676,41 para R$ 857,84; o de técnico de enfermagem passa de R$ 729,16 para R$ 857,84 e o de enfermeiro, de R$ 2.033,50 para R$ 2.392,36. O quadro de profissionais da enfermagem da Santa Casa é de 950 trabalhadores, segundo informações do Siems.

Leia Também