Terça, 21 de Novembro de 2017

Frio coloca os produtores de milho safrinha em alerta com geadas

12 MAI 2010Por 00h:11
Cícero Faria, Dourados

O frio intenso desta semana na região de Dourados deixou os produtores de milho safrinha em alerta com o risco de geadas em plena fase de formação de espigas, o que seria desastroso para a produtividade e a qualidade dos grãos.

A massa de ar polar chegou no final de semana e já no domingo derrubou as temperaturas, com a mínima caindo para 11 graus; e na madrugada de segunda-feira reduziu ainda mais, ficando em  6,7º. Ontem o frio diminuiu um pouco e o frio bateu em 7,9 graus.
Como os ventos têm sido constantes desde que a massa fria chegou ao sul do Estado, agricultores e técnicos lembraram que, com isso, a ocorrência de geada fica afastada. A formação de orvalho nas folhas acontece justamente nas madrugadas, quando os ventos param.
O presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Dourados, Bruno Andrade Tomasini afirmou ontem que não geou, nem mesmo nas áreas de baixada, as primeiras a sofrerem com os rigores do frio intenso. Para que ocorra geada fraca nos “baixios” é preciso temperatura do ar de, no mínimo 3 ou 4 graus.

“Mas os produtores ficaram assustados com as temperaturas tão baixas agora em maio por causa do milho. A maioria das lavouras está em formação de grão e outras no estágio de grão leitoso”,  explicou.
Mas novas frentes polares, provavelmente mais fortes, chegarão à região nas próximas semanas, segundo a meteorologia. Antes da maturação, o milho mostra-se sensível à falta de água e a temperaturas próximas de zero.
Esta semana ainda será de frio na Grande Dourados, com as temperaturas diminuindo um pouco. Hoje e amanhã deverá ficar em torno de 8 graus e, depois, a temperatura subirá mais, com dias ensolarados.
Mas de domingo a terça-feira deverá voltar a chover no centro-sul do Estado, principalmente na segunda-feira. O calor voltará, com máximas entre 26º  e 28º.

Leia Também