Quinta, 23 de Novembro de 2017

Fórmula do bem-estar

26 JUL 2010Por 06h:43
Thiago Andrade

Quem vê, dificilmente acredita que o ator e modelo Paulo Zulu tem 47 anos de idade. A jovialidade e a boa forma enganam. Por esse motivo, ele foi convidado a participar da 5ª edição do Show de Beleza do Senac, realizado durante a Feira do Empreendedor, em Campo Grande. Em sua palestra, Paulo contou os segredos para manter “a harmonia entre beleza e saúde”, que são mais simples do que parecem. Em entrevista ao Correio do Estado, realizada no hotel que estava hospedado, Paulo falou um pouco sobre sua vida e sobre o que faz para se manter jovem e saudável.

Embora seja impossível fugir da correria do mundo contemporâneo, Paulo escolheu se refugiar dos grandes centros, indo morar na Praia da Guarda do Embaú, localizada a cerca de 100 quilômetros de Florianópolis. Ele afirma que sua casa conta com a infraestrutura mínima para sua subsistência, da mulher e dos dois filhos. “Escolhi viver longe da loucura que se tornaram as grandes cidades. Vivo no meu canto, onde tenho uma pequena horta. Sou dono de um barco que utilizo para pescar. Como não sou adepto da carne vermelha, minha alimentação vem do mar”, explica o modelo.

A vida simples e humilde se reflete no jeito de Paulo. Simpático e sorridente, ele conta que o segredo para manter a jovialidade é “comer pouco e bem, aproveitar a vida de forma saudável e ser feliz”. Tendo escolhido viver dessa forma desde os 17 anos, ele abandonou as carnes vermelhas, comidas pesadas, bebidas alcoólicas e qualquer outro tipo de drogas. “Quero viver até meus 100 anos. Espero me tornar bisavô e chegar a essa idade de forma saudável. É claro que isso é uma escolha e não julgo quem prefere viver de outras maneiras, mas gostaria que as pessoas também não me julgassem”, pontua.

Segundo Paulo, a beleza não é o principal objetivo da vida que leva. “Ficar bonito não pode ser um fim, pois, quando isso acontece, pode se transformar em falta de respeito com o corpo. Tem gente que se arrebenta com regimes ou cirurgias plásticas nessa busca”, acredita. Para o modelo, os padrões não têm muito a ver com a beleza em si, estando mais ligada à forma de ser de cada um. “É muito mais produtivo se alimentar bem, dormir bem, fazer exercícios, que são coisas bastante simples, do que exagerar nas baladas, nas refeições e tentar corrigir tudo numa mesa de operação”, critica.

Paulo conta que a esposa, a modelo Cassiana Mallmann, optou por viver como ele. “Ela viu que meu modo de viver fazia bem e resolveu entrar nessa comigo. Agora, nossos filhos também levam a vida assim”, detalha. “Procuro proporcionar uma vida completa para eles. Ao mesmo tempo que podem subir em uma árvore para pegar frutas, também vão ao shopping e, de vez em quando, comem hambúrgueres ou um bife”. Mesmo tendo vivido em cidades como Paris e Nova York, o modelo defende que não troca seu “pequeno reino” por nada no mundo.

Deste modo, pode-se dizer que não existem segredos, brinca Paulo. Ele conta que escolheu viver assim depois de muita leitura e pesquisa sobre o tema. “Sempre achei incrível o modo como os índios vivem. A relação que eles têm com a natureza é completamente diferente da nossa. Para eles, vida sustentável era uma realidade há séculos. Sei que não posso me afastar completamente do mundo, nem quero isso, mas tento me manter longe daquilo que não me faz bem”. Estes, segundo Paulo, são alguns dos segredos para uma vida saudável. “Se alguém achar que vale a pena viver desse modo, acho que cumpri meu papel”, finaliza.

Leia Também