Domingo, 19 de Novembro de 2017

Flamengo enfrenta o Caracas em busca da paz e da liderança

10 MAR 2010Por 10h:40
Vivendo dias de crise por conta dos problemas particulares do atacante Adriano e de declarações pouco felizes de seus jogadores, o Flamengo busca um pouco de paz na Venezuela, onde hoje, às 20h50min (MS), enfrenta o Caracas, no Estádio Olímpico, pela segunda rodada do grupo 8 da Copa Libertadores. Depois de estrear fazendo 2 a 0 na Universidad Católica, o representante brasileiro quer manter cem por cento de aproveitamento. Já os venezuelanos tentam se recuperar da derrota por 1 a 0 para a Universidad de Chile. Vencer na Venezuela é uma prioridade no Flamengo e faz parte da estratégia do clube brasileiro para terminar na primeira colocação do grupo 8. Isso porque os outros dois compromissos como visitante serão no Chile, onde o grau de dificuldade tende a ser muito maior. O Flamengo embarcou para a Venezuela sem ter o time definido pelo técnico. Andrade faz mistério em relação ao aproveitamento do meia Petkovic, que chegou a treinar entre os titulares na segunda-feira. Caso Pet inicie o confronto na equipe principal, Vinícius Pacheco formará dupla de ataque com Vágner Love, deixando Bruno Mezenga como opção para o banco de reservas. O desfalque é Adriano, que nem mesmo viajou com a delegação. Pelo lado do Caracas, o técnico Noel Sanvicente não poderá contar com o zagueiro Jose Manuel Rey, vetado por conta de uma lesão na coxa direita. Jaime Bustamante será o substituto. No fim de semana o Caracas, mesmo com uma formação reserva, venceu o Aragua por 1 a 0 e manteve-se na liderança do Campeonato Venezuelano.

Leia Também