Terça, 21 de Novembro de 2017

Financiamento cresceu 135% no Estado

10 ABR 2010Por 21h:03

VERA HALFEN

 

Os financiamentos habitacionais cresceram 135% no primeiro trimestre de 2010 na comparação com o mesmo período do ano passado, em Mato Grosso do Sul. Foram emprestados R$ 154,24 milhões contra R$ 65,37 em 2009. Considerando os 63 dias úteis desses três primeiros meses, o valor/dia liberado, chegou a R$ 2,5 milhões. Os dados são da Caixa Federal.

O número de imóveis financiados com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), e por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), somaram 2.013 unidades. No ano passado, nos três primeiros meses, 861 imóveis. Em número de imóveis, são 134% a mais financiados neste ano.

O superintendente regional da Caixa, Paulo Antunes, frisa que o aquecimento imobiliário está diretamente ligado às linhas de crédito atrativas para imóveis residenciais e também na produção de novas unidades construídas para grandes e pequenas empresas.

 

FGTS

Os recursos da conta do FGTS podem ser utilizados pelo futuro mutuário na aquisição de imóvel com pagamento total ou parcial do preço de aquisição. Para poder utilizar esse recurso, é necessário ter conta vinculada há três anos. Para quem já paga as prestações do seu imóvel, concedido pelo sistema Financeiro da Habitação (SFH), pode utilizar os recursos da conta do FGTS para pagar parte do valor das prestações mensais, desde que atendido às normas vigentes na época da assinatura do contrato. A Renda para adquirir imóvel pelo FGTS não pode ser superior a R$ 4.900.

 

SBPE

A Carta de Crédito SBPE permite o financiamento de imóveis residenciais novos, com financiamento em até 30 anos. Esta linha de crédito utiliza os recursos do SBPE e, a depender dos valores do imóvel e do financiamento a ser adquirido, pode estar enquadrada nas condições do Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Leia Também