Sexta, 17 de Novembro de 2017

Fim de semana trágico nas estradas de MS

1 FEV 2010Por 07h:08
Mato Grosso do Sul teve um fim de semana trágico nas rodovias, com o registro, até o início da noite de ontem, de oito mortes em cinco acidentes. Somente na MS-112, município de Inocência, a cerca de 320 quilômetros de Campo Grande, na noite do último sábado, três pessoas morreram. Ontem à tarde, na BR-163, uma pessoa morreu e 12 ficaram feridas na colisão de uma carreta com um ônibus de viagem interestadual. O acidente considerado mais grave, na MS-112, em Inocência, na noite de sábado, matou três pessoas da mesma família — Nildete Linhares da Silva, de 39 anos, a filha Juliana Luiza da Silva, de 21 anos, e o genro Maycon Aparecido Alves, também de 21 anos. Eles estavam em um veículo Apollo que saiu da pista e capotou várias vezes. Outras duas pessoas ficaram feridas. Segundo as informações liberadas pela Polícia Rodoviária Estadual, cinco pessoas viajavam em Apollo de placas BIC-2505 pela MS-112, em Inocência. Ainda conforme a PRE, o motorista Valdir Luiz da Silva, de 44 anos, relatou que seguia no sentido MS- 240, por volta das 19h30min, quando outro veículo passou por ele, com luz alta. A visão do motorista foi ofuscada e o carro saiu da pista, capotando várias vezes. A esposa de Valdir, Nildete, que estava no banco da frente, a filha Juliana e o genro Maycon morreram no local. O condutor e a neta de um ano e nove meses foram removidos para o pronto-socorro de Inocência e, ontem, levados por familiares para Castilho (SP). Os ocupantes do veículo moravam na Fazenda Santa Lurdes, localizada no quilômetro 32 da MS-240. Ônibus Acidente entre ônibus da empresa Eucatur, que fazia a linha Cascavel (PR)/Aripuanã (MT), e uma carreta carregada de soja, deixou uma pessoa morta e cerca de 12 feridos, que foram levados para o Hospital de Coxim. A colisão frontal aconteceu na BR-163, trecho entre Coxim e Pedro Gomes, por volta das 14h50min de ontem. Um passageiro, em estado grave, foi transferido para a Santa Casa de Campo Grande. Conforme informações do radialista Sidney Assis, que esteve no local do acidente, os passageiros afirmaram que o motorista do ônibus teria invadido a pista contrária ao perceber que a carreta que seguia à sua frente havia diminuído bruscamente a velocidade. No entanto, no outro sentido, vinha a carreta Scania de placas AIG-8265. Com o impacto, o veículo tombou e derramou a carga no asfalto. Muitos passageiros, temendo a explosão do ônibus, quebraram as janelas e saltaram para fora do veículo. A pessoa que morreu no local, que até o fechamento desta edição não foi identificada, viajava no primeiro banco. O socorro foi prestado por populares, por equipe do Corpo de Bombeiros e de hospitais de Pedro Gomes e de Coxim. O acidente deixou engarrafamento de cerca de cinco quilômetros, dos dois lados da pista. BR-262 Em outro acidente, desta vez na BR-262, cinco pessoas ocupavam Corsa Classic de placas HTD-4372, em Miranda, município a 200 quilômetros da Capital. No relatório da Polícia Rodoviária Federal (PRF) consta que a condutora Daniella Gamarra, de 34 anos, saiu da pista e capotou. As passageiras eram Eliane Gamarra, de 43 anos, Bianca Gamarra Ferreira, de 13 anos, Silvana Amarilha Gamarra, de 30 anos, e Amanda da Costa, de 10 anos. As duas últimas morreram no local e as demais, com lesões graves, foram levadas para o Hospital de Miranda e, depois, transferidas para a Santa Casa de Campo Grande. Sem identificação Outros dois acidentes aconteceram no sábado, com mais duas mortes. No fim da tarde, por volta das 18h30min, motociclista não identificado, que conduzia moto Yamaha YBR com placa HTL-5821, morreu ao colidir com um caminhão Volvo conduzido por Alessio José Bonassi, de 33 anos, na altura do quilômetro 477 da BR- 163. Conforme a PRF, a passageira da motocicleta, também sem portar documentos, foi levada em estado grave para a Santa Casa. Na outra morte registrada no sábado, noticiada ontem pelo Correio do Estado, um homem foi atropelado no quilômetro 273 da BR-262, em Ribas do Rio Pardo, por volta da 1h25min. Até o fim da tarde de ontem, a vítima não havia sido identificada. Tombamento Enquanto isso, a carreta Mercedes-Benz de placas JZO-7516, de Cuiabá, carregada com fardos de algodão, tombou no macroanel de Campo Grande, na manhã de ontem, na rotatória da saída para Cuiabá. Ninguém ficou ferido. A carga caiu para o lado do acostamento e o trânsito não foi prejudicado. A carga foi retirada com a ajuda de um camin hão guincho.

Leia Também