Sexta, 17 de Novembro de 2017

Eleições 2010

Fifa proíbe repetições de lances polêmicos em telões

29 JUN 2010Por 07h:13
JohanNesburgo, África do Sul

Os erros que beneficiaram Argentina e Alemanha deixaram a arbitragem da Copa do Mundo em situação constrangedora no último domingo. Para tentar aliviar um pouco a pressão sobre os apitadores, a Fifa determinou ontem o fim das repetições de jogadas polêmicas nos telões instalados nos estádios da África do Sul, situação que, na verdade, nunca foi permitida pela entidade máxima do futebol.

Além disso, o porta-voz  da Fifa, Nicolas Maingot, informou que não serão feitas análises sobre o desempenho dos árbitros durante a Copa do Mundo. “Neste momento, não vamos comentar nada sobre arbitragem”, confirmou.

O primeiro lance polêmico do domingo envolveu o uruguaio Jorge Larrionda. No jogo contra a Alemanha, a finalização do inglês Lampard tocou no travessão e pingou 33 centímetros dentro do gol. O árbitro sul-americano mandou seguir. O placar continuou 2 a 1 em favor dos alemães.

A Argentina, por sua vez, recebeu uma “mãozinha” do italiano Roberto Rosetti. O primeiro gol dos comandados de Diego Armando Maradona foi marcado em claro impedimento por Tevez. Naquele momento, o México equilibrava as ações e trazia problemas aos hermanos.
Logo após os erros deste domingo, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, esclareceu que a discussão sobre a ajuda tecnológica aos árbitros segue descartada, apesar dos claros equívocos em uma etapa decisiva do Mundial da África do Sul.

Leia Também