Domingo, 19 de Novembro de 2017

Fiesta 2011 de "cara" nova

30 ABR 2010Por 03h:41
Paulo Cruz, Buenos Aires (Argentina)

O Fiesta apresentado para jornalistas brasileiros na semana passada na capital da Argentina está longe de ser o carro que roda em terras americanas, asiáticas, mexicanas, canadenses e europeias, mas, tem seus méritos e merece ser observado como um forte candidato a estacionar em sua garagem. Aliás, antes de falar do novo Fiesta, esse que está vindo nos próximos dias para rodar em terras brasileiras, outra boa notícia: a Ford anunciou que importará no segundo semestre o “novíssimo Fiesta”, aquele que circula pelos países citados acima. O modelo vai brigar entre os compactos premium, como VW Polo, Fiat Punto e Linea e Honda Fit e City. Posicionado entre o Fiesta atual e o Focus, possivelmente terá o nome Verve.
Mas, voltemos ao nosso novo Fiesta, que já está como modelo 2011. De fato ele ficou bem mais simpático que a versão atual e se encaixa melhor na linguagem global “Kinetic”, adotada pela marca em seus modelos mundiais.

A linha ganhou uma nova frente, totalmente reestilizada, diferenciada pela grade frontal em formato trapezoidal e faróis arrojados, tanto no hatch como no sedã. Detalhes da grade em formato colmeia acrescentam um toque de esportividade e jovialidade. A traseira teve menos atenção da Ford e mudou pouco, principalmente no dois volumes. No sedan, novas lanternas com detalhe cromado, como no Fusion e régua do porta-malas, mais larga, complementada por um oval Ford maior, valorizando a marca.

Por dentro
O interior também ficou mais bonito e até refinado, com quatro novas padronagens de revestimento que contribuem para a percepção de conforto, reforçada pelos painéis de porta, revestidos em tecido em todas as versões.

O quadro de instrumentos exibe novo grafismo, de visual moderno, iluminação branca, com função “always on” (sempre ligada), que garante ótima visibilidade. Na versão Pulse, o painel vem também com computador de bordo integrado.

Além da função “boas-vindas” para o motorista – os ponteiros vão e voltam quando se liga a chave – o painel traz duas novas funções: alerta de manutenção programada, que avisa quando o carro atinge a quilometragem ou o tempo previsto para a próxima revisão, e diagnóstico do sistema de injeção e emissões, que alerta sobre qualquer mau funcionamento do sistema de injeção, escapamento ou catalisador, capaz de aumentar a emissão de poluentes.

“Este item reforça o compromisso da marca com o consumidor e meio ambiente, já que é possível monitorar o veículo para que sempre esteja dentro dos níveis de emissões recomendados pela legislação, evitando gastos inesperados no momento da inspeção veicular“, afirma Antonio Baltar, gerente nacional de Marketing da Ford.

O Novo Fiesta 2011 tem preço a partir de R$ 29.900, no modelo Hatch 1.0. O modelo Hatch 1.6 parte de R$ 34.000. Já o Novo Fiesta Sedan 1.0 parte de R$ 33.550 e o Sedan 1.6 começa em R$ 37.650. A linha continua a oferecer duas versões – Fly e Pulse. A versão Fly traz como novidade os faróis escurecidos, além de aquecedor, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, preparação para instalação de rádio, alto-falantes e alças de segurança.
A versão Pulse
agora vem com faróis cromados, faróis de neblina e computador de bordo, além de maçanetas, espelhos retrovisores e régua do porta-malas na cor do veículo, painel central, maçanetas internas e anéis das saídas de ar com acabamento na cor titanium, console central com porta-objetos e luz de leitura dianteira direcional.

Manutenção econômica
Não só no preço, mas também na manutenção, os automóveis Novo Fiesta 2011 apresentam uma relação custo-benefício melhor. “Desde o lançamento da última versão em 2007 até hoje o Novo Fiesta, comparado aos principais concorrentes, apresenta a menor desvalorização segundo a tabela Fipe”, destaca Lucíola Almeida, gerente de Marketing do Produto.

O fato de vir equipado de série com trava elétrica, alarme e código eletrônico antifurto contribui para reduzir o preço do seguro e aumenta a segurança do veículo. Além disso, a Ford fez uma parceria com a Mapfre Seguros, que garante valores ainda mais competitivos na apólice.
A Ford foi a primeira a lançar a revisão com preço fixo na sua rede de distribuidores – cobrindo não só a primeira, mas as quatro revisões dos dois primeiros anos do veículo, mesmo após o período de garantia. Em qualquer lugar do Brasil, o cliente sabe quais são os itens obrigatórios e quanto vai gastar em cada revisão, podendo inclusive realizar o agendamento delas por meio da internet.

Leia Também