Sábado, 18 de Novembro de 2017

FCO liberou R$ 817 milhões para projetos em 78 municípios de MS

22 JAN 2010Por 08h:15
As contratações do Fundo Constitucional do Centro- Oeste (FCO) em Mato Grosso do Sul em 200 chegaram aos 78 municípios com investimentos da ordem de R$ 817 milhões. O volume é 8% inferior ao registrado em 2008 no Estado, quando foram destinados R$ 890 milhões aos projetos. Os dados, ainda globais, do desempenho do fundo no ano passado, foram divulgados ontem, na sede da Secretaria de Produção e Turismo (Seprotur). Segundo o secretário executivo do CEIF/FCO no Estado, Jerônimo Chaves, que também ocupa o cargo de superintendente de Desenvolvimento Agrário, Agricultura e Pecuária da Seprotur, embora fosse esperado para esta primeira reunião ordinária do Conselho a publicação de todos os números do exercício passado, alguns dados setoriais serão ajustados. Contudo, os dados globais já estão consolidados. “Superamos o teto estabelecido de R$ 670 milhões, operacionalizando R$ 817 milhões”, comemora Chaves, lembrando que o Estado quase quebrou o recorde histórico de investimentos, obtido em 2008, com 894 milhões. “Tudo isso, em um dos anos mais difíceis da economia mundial”. O secretário executivo do CEIF/FCO acredita que a economia estadual, em franco crescimento, possa voltar a surpreender em 2010. “Temos para este ano um orçamento inicial de R$ 800 milhões, e, se for possível repetir o mesmo ritmo aplicado desde 2007, será possível atingir a casa de R$ 1 bilhão em contratações”, estima. Balanço Ainda segundo os dados divulgados ontem, nos últimos três anos, as aplicações do FCO no Estado totalizam R$ 2,06 bilhões, respectivamente, R$ 349 milhões, R$ 894 milhões e R$ 817 milhões.

Leia Também