Quinta, 23 de Novembro de 2017

Falta de caixões adia traslado de corpos de brasileiros

20 JAN 2010Por 04h:49
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que homenagearia nesta quarta-feira os militares brasileiros mortos durante o terremoto da última semana no Haiti, deverá participar amanhã de uma solenidade com honras fúnebres aos integrantes do Brasil na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah). O motivo do adiamento da chegada dos corpos a Brasília é a falta de caixões em território haitiano. O comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, havia estimado a chegada dos corpos para hoje, o que ainda pode acontecer, mas não em tempo hábil para uma solenidade de honras militares no mesmo dia. A cerimônia de homenagem aos brasileiros será na Base Aérea de Brasília com a presença de familiares das vítimas e sua data final ainda dependerá da disponibilidade de caixões no Haiti.

Leia Também