Segunda, 20 de Novembro de 2017

Fábrica de remédios pode vir a MS

5 FEV 2010Por DA REDAÇÃO01h:52
A indústria de medicamentos Phytolab Farmacêutica está interessada em construir unidade em Paranaíba e agregar parceiros para formar futuramente um polo fármaco- químico. O investimento seria de R$ 60 milhões, com perspectiva de geração de 250 empregos diretos de alta tecnologia. O diretor da empresa, Oscar Botura, reuniuse ontem em Campo Grande com o governador André Puccinelli e o prefeito José Garcia de Freitas – o Zé Braquiara – para tratar de incentivos e ações de apoio previstos nos programas de fomento do governo e da prefeitura. O consultor da Phytolab, Antonio Bevilacqua, afirma que a escolha de Mato Grosso do Sul para a instalação da fábrica já é certa. “Viemos para afinar o nosso discurso, conversar diretamente com o governador e o prefeito. Temos certeza de que vamos conseguir implantar a empresa aqui e levar desenvolvimento para aquela região”, disse. Bevilacqua aponta que os incentivos fiscais e a logística são importantes para a determinação da vinda da Phytolab, e cita também como atraente o potencial demonstrado por Mato Grosso do Sul. “É um estado que está se desenvolvendo muito e, com certeza, nossa vinda para cá vai atender à nossa expectativa de viabilizar o empreendimento de um valor agregado alto. Certamente também vamos levar tecnologia de produção à região”. Pela proposta, a Phytolab seria a primeira empresa a se instalar, agregando depois novos parceiros, aproveitando- se de que a implantação de uma indústria de grande tecnologia traz junto o que os economistas chamam de demanda derivada.

Leia Também