Terça, 21 de Novembro de 2017

FESTA

Evento para liberar emendas vira palanque

1 JUL 2010Por 07h:13
Fernanda Brigatti

O governador André Puccinelli (PMDB) assinou ontem, a três dias do início do período eleitoral, a liberação de R$ 19,2 milhões aos municípios via emendas parlamentares. Em um plenário lotado por prefeitos e deputados candidatos à reeleição, a cerimônia virou uma grande festa entre prefeitos, aliados e candidatos nas eleições deste ano.

Dirigindo-se à prefeita Sandra Cassone (PT), de Itaquiraí, Puccinelli afirmou que “sem demérito de ninguém, somos itaquiraienses, sul-mato-grossenses, brasileiros, todos torcemos para que nessa sexta-feira, possamos, ao espremer a laranja mecânica, tirar o suco dela, e ganharmos tanto lá, na África do Sul, ou em Itaquiraí, por 15 a zero”. O número é o registro do PMDB e também será o número do governador na urna eletrônica.

A escolha da prefeita petista também não foi aleatória. O próprio governador afirmou ter solicitado que ela falasse, mas ressaltou que não era porque ela é do PT, ou porque é adversária, mas porque representa os municípios que enfrentam dificuldades no Estado.
No palco do plenário, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, transformado em palanque, até o deputado federal Geraldo Resende (PMDB), candidato à reeleição, foi chamado para representar a Grande Dourados. Outros, como os candidatos do PSB Sérgio Assis (federal) e Carlão (estadual), também estiveram por lá.

A disputa pela atenção de fotógrafos e pela proximidade com o governador gerou alguns descontentamentos. O deputado candidato Carlos Marun (PMDB) provocou ciumeira em outros parlamentares, pois praticamente conduziu as assinaturas de convênios para a construção de casas. Ex-secretário de Habitação, afastado em função da legislação eleitoral, Marun atuou, na cerimônia, como se ainda estivesse à frente da pasta.

Leia Também