Sexta, 17 de Novembro de 2017

Empréstimo para construir casa reduz custo final

9 MAR 2010Por 08h:20
Ao comparar o preço do metro quadrado de um imóvel do Programa Minha Casa, Minha Vida (R$ 1.926) com o custo final do imóvel feito com recursos financiados especialmente para construção da casa própria, podese chegar a uma diferença superior a 60%. Além dos financiamentos para compra de imóvel novo ou usado, existem outros recursos disponibilizados pela Caixa. Se o futuro mutuário optar por administrar a obra, contratando engenheiro e funcionários, o custo do metro quadrado (m²) fica em torno de R$ 800 para edificaçãopadrão. O Gerente Regional de Negócios da Caixa, João Batista de Andrade Filho, frisa que a administração pelo próprio mutuário pode trazer uma série de vantagens: além de um custo menor, o imóvel é construído ao gosto de cada um. Existem várias modalidades para financiamento, com ou sem inclusão do terreno. Para uma renda familiar de R$ 1.600, o limite é de R$ 75 mil para construir, no caso de não ter o lote. Sobre esse valor, existe um subsídio (do programa Minha Casa, Minha Vida) de R$ 13.694, ou seja, o total do financiamento cai para R$ 61.306. São 25 anos para pagar, com juros de 5% ao ano, mais Taxa Referencial (TR). O valor das parcelas fica em torno de R$ 470. Reforma Uma segunda modalidade é o Construcard, programa que atende a financiamentos para reforma ou ampliação. O proprietário do imóvel tem até seis meses para efetuar as compras nas lojas credenciadas, por meio de cartão de débito personalizado e nesse período paga apenas os juros do empréstimo. Após esse período, são mais 54 meses para pagar as prestações. Por exemplo, um empréstimo de R$ 15 mil para reforma, com juros de 1,57% ao mês, dá uma prestação em torno de R$ 395. De acordo com Andrade Filho, os recursos para financiamento de imóveis são bastante abrangentes, basta escolher o que mais se adapta ao bolso do futuro mutuário. A expectativa de empréstimo por meio do convênio com o Construcard para 2010 é de R$ 30 milhões para Mato Grosso do Sul. São mais de 600 estabelecimentos conveniados em Mato Grosso do Sul. Como financiar Para adquirir informações sobre documentos e faixa de valores que se enquadram na renda familiar, basta ir até uma das agências da Caixa ou até uma imobiliária conveniada à instituição. Andrade Filho ressalta que as imobiliárias estão autorizadas a acompanhar todo o processo de financiamento e inclusive o andamento das obras, até sua conclusão. Outra opção para mais informações é acessar o site www.caixa.gov.br, ir até “Habitação, Simulador, Documentação”. Esse link mostra várias opções de financiamento e faz simulações para que o futuro mutuário saiba qual o valor máximo de financiamento pode ser feito, de acordo com a renda familiar.

Leia Também