Quarta, 22 de Novembro de 2017

Empresa reaproveitará pessoal

29 ABR 2010Por 06h:10
Sílvio Andrade, Corumbá
 
Atualmente, 30 operários trabalham na manutenção do forno 2 da usina siderúrgica, o primeiro a retomar a produção de ferro-gusa. A empresa vai reaproveitar a maioria dos operários dispensados no início de 2009 pela MMX e esse pessoal já foi selecionado, aguardando apenas o início da operação. Com a paralisação da usina, no fim de 2008, a MMX dispensou 248 pessoas, entre metalúrgicos e administrativos, depois de cinco meses de manutenção dos salários e treinamento subsidiado.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Indústrias Extrativistas de Corumbá e Ladário, Cassiano, se reuniu ontem com um diretor de RH da Vetorial e foi informado que a empresa pretende criar um plano de cargos e salários e vai gerar a indústria com uma nova razão social, a Vetorial Siderúrgida Corumbá. Cassiano estima que a retomada da produção de ferro-gusa vai gerar, também, cerca de 300 empregos indiretos.
 Na siderúrgica, situada no distrito de Maria Coelho (40 km de Corumbá), o ritmo dos trabalhos ainda é lento, concentrado basicamente no forno 2. Alguns operários trabalham na limpeza, retirando entulho e o mato que circunda a indústria, deixando um aspecto de abandono. A área administrativa, situada a 50 metros do parque industrial, ainda está desativada, e uma pequena equipe gerencial e técnica ocupa um prédio entre os dois fornos.

Leia Também