Quinta, 23 de Novembro de 2017

Em 7 dias, casos de dengue aumentam 120%

26 JAN 2010Por 08h:00
Em uma semana, o número de notificações da dengue em Campo Grande aumentou 120%, de acordo com dados do relatório divulgado ontem pela Secretaria Municipal de Saúde Pública. No levantamento do dia 18 de janeiro, eram 1.538 notificações, enquanto o relatório de ontem, sete dias depois, apontou para 3.393. O último fim de semana representou a maior explosão no número de notificações da dengue em Campo Grande, desde o início do mês. Entre sábado e domingo, foram registrados mais 680 casos de pessoas que procuraram postos de saúde e tiveram os sintomas da doença atestados. Os dados divulgados pela Secretaria de Saúde não representam o número total de casos confirmados da doença, e sim a quantidade de pessoas que procuraram assistência médica por conta dos sintomas. Porém, o número de confirmações da doença também cresceu. Enquanto na semana passada eram 35, o relatório de ontem apontou para 103 confirmados. O número não significa que as suspeitas foram falsas. Ele ainda é baixo por conta da demora para confirmação da doença em exame laboratorial, já que o material coletado do paciente tem de ser levado a outros Estados, onde é examinado. Até ontem, haviam sido descartadas 31 notificações, isso significa que a doença não se confirmou nesses pacientes. Notificações Ontem, a vigilância sanitária municipal intensificou a fiscalização em borracharias, floriculturas e ferros velhos, para evitar que esses locais apresentem focos onde o mosquito da dengue possa proliferar. A coordenadora da Vigilância Sanitária, Cleise Silva, explicou que os proprietários desses estabelecimentos serão notificados, caso seja encontrado algum foco. A multa varia de R$ 1 mil a R$ 15 mil, em caso de reincidência. Hoje, a fiscalização deve se estender aos bairros São Francisco, Jardim dos Estados, Vila Planalto e Monte Líbano.

Leia Também