Segunda, 20 de Novembro de 2017

Smart Fortwo

Econômico e com bom desempenho

22 JAN 2010Por 07h:00
O Smart Fortwo é um carro que exige tempo de adaptação. A começar pelo espaço. Entrar no habitáculo do carrinho devido ao pequeno vão das portas e se acomodar no estreito banco requer certo contorcionismo. Também é preciso se habituar a dimensões enxutas, à área envidraçada bem limitada e ao modernoso quadro de instrumentos em mostrador circular na cor âmbar. Mas logo o condutor se sente mais à vontade justamente pelo espaço interior reduzido. O Fortwo é um carro bem pensado, com ergonomia facilitadora e comandos que estão ao alcance das mãos. Depois de virar a chave na inusitada ignição posicionada no meio do console central – outra característica que demanda certo tempo para habituar-se –, o subcompacto da Smart mostra sua vocação urbanóide. Antes de mais nada, pela facilidade de se estacionar em qualquer vaga, com um bom jogo da direção elétrica, extremamente suave. Além disso, o motor 1.0 turbo com três cilindros gera 84 cv suficientes para mover o carrinho nas congestionadas vias das grandes cidades. Sem arroubos de arrojo, a performance do Fortwo é condizente com seu peso e seu propulsor. Arrancadas competentes com 11,1 segundos para sair da inércia e alcançar os 100 km/h. Na estrada, a proposta urbana do Fortwo fica ainda mais evidente. O modelo está longe de ser um carro para pisar fundo. Alcançar a máxima de 145 km/h, limitada eletronicamente, além de requerer pé fundo e paciência, deixa à mostra a falta de equilíbrio do carrinho. A partir dos 100 km/h o Fortwo entrega uma incômoda sensação de flutuação e próximo da máxima não é exagero afirmar que parece que o carro vai desgrudar do chão, tamanha instabilidade. Pelo menos nas curvas o Smart se mostra mais no chão. Os controles de estabilidade e de tração ajudam a segurar o modelinho, mesmo ao entrar mais agressivamente, e o carro não faz menção de desgarrar. Mas o ideal é mesmo andar de forma mansa com o Fortwo. Até para poder usufruir mais uma de suas qualidades: o baixo consumo. Com uso 2/3 na cidade e o restante na estrada, o modelo testado obteve média de 12,7 km/l.

Leia Também