Segunda, 20 de Novembro de 2017

Duto estoura, danifica BR e 100 bairros ficam sem água

14 AGO 2010Por 04h:44
anahi zurutuza

Uma adutora da rede de abastecimento de água de Campo Grande rompeu-se na madrugada de ontem, na saída para Três Lagoas, e “engoliu” parte da pista da BR-262. Pelo menos 100 bairros ficaram sem água. Segundo a Águas Guariroba – concessionária do serviço de abastecimento de água e coleta de esgoto da Capital –, o estrago na tubulação foi detectado à meia-noite de ontem e o fluxo de água foi desligado imediatamente. Contudo, o aterro e a pavimentação da rodovia, no km 297 (distante 28 quilômetros da cidade), não suportou a pressão da água e cedeu.
O duto rompido faz parte do sistema de coleta de água da Bacia do Guariroba, responsável por 50% do abastecimento da Capital. Por isso, segundo a assessoria de imprensa da Águas Guariroba, até as 12h de ontem, quando o canal de fornecimento de água foi religado, o abastecimento ficou comprometido em cerca de 100 bairros situados nas regiões leste, oeste e central de Campo Grande.
A empresa informou, por meio da assessoria de imprensa, que o abastecimento será restabelecido aos poucos e, por isso, pede que, até o fim da tarde de hoje, a população faça o uso racional da água. “A recuperação do abastecimento ocorrerá de forma gradual e os bairros localizados em pontos mais altos e distantes dos reservatórios poderão ter o fornecimento de água restabelecido de forma mais lenta”, informou a concessionária por meio de nota.
No fim da tarde de ontem, a Águas divulgou nota informando que em 40 bairros da Capital, como Tiradentes, Chácara da Cachoeira, Vilas Boas, Nova Campo Grande e Jardim Panamá, o abastecimento só será retomado na tarde de hoje. A empresa recebeu ontem cerca de 600 reclamações por falta de água.

Motivo
De acordo com o gerente de engenharia da Águas Guariroba, José Ailton Rodrigues, não há explicação para o ocorrido. “Uma equipe da Águas faz vistorias diárias em toda a tubulação e nas visitas de ontem não detectamos nenhum problema. À meia-noite, tivemos a notícia de que a pressão da água estava abaixo do normal na Estação Guariroba e, ao verificar, descobrimos o rompimento da tubulação”.
Equipes da concessionária começaram a trabalhar no conserto do duto ainda de madrugada, segundo o gerente de engenharia, e a previsão era que o trabalho estaria concluído no fim da tarde de ontem. Por volta das 9 horas dessa sexta-feira, o encanamento rompido já havia sido trocado, mas de acordo com José Ailton faltava ainda fazer testes para detectar possíveis vazamentos, além de aterrar e recapear o trecho da pista da BR-262, que foi levado pela água.

Interdição
Desde às 2h de ontem, a rodovia que liga Campo Grande a Três Lagoas teve de ser parcialmente interditada para que funcionários da Águas Guariroba trabalhassem no local. No trecho entre os quilômetros 285 e 297, apenas uma das faixas de rolamento estava liberada para o tráfego e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) fazia o controle do fluxo de veículos e a segurança dos trabalhadores no local.
O trânsito ficou lento, mas a PRF não chegou a registrar congestionamento. Passam diariamente pela BR-262, segundo policiais rodoviários, cerca de dois mil veículos.
Equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) também esteve no local e a previsão era que o trânsito fosse liberado no fim da tarde de ontem, depois que o aterro e o pavimento fosse refeito.

Leia Também