Quarta, 22 de Novembro de 2017

BALA PERDIDA

Dois são assassinados na feira do Tijuca

8 FEV 2010Por 07h:09
Duas pessoas foram assassinadas na noite de sábado, na feira livre do Jardim Tijuca, região da saída para Sidrolândia. Adroaldo Vilatiz Rego, de 27 anos, e Kedina Raquel Flores Lima, de 16 anos, foram atingidos por tiros efetuados por uma pessoa ainda não identificada. As primeiras informações levantadas pela Polícia Civil indicam que o alvo do assassino era o homem e que a adolescente teria sido atingida por “bala perdida”, já que os dois não estariam juntos. As vítimas chegaram a ser levadas ao posto de saúde do Conjunto Habitacional Coophavilla II, mas morreram em seguida. O caso aconteceu por volta das 22h30min e foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac). Segundo moradores da região, a feira não vinha registrando casos de violência e é frequentada por famílias até o início da noite. Informações da Polícia Civil apontam que Adroaldo tinha passagens por lesão corporal, danos e ameaças. A família de Kedina esteve na 6ª Delegacia de Polícia para buscar informações sobre as investigações da autoria, mas o caso deve ser encaminhado para a área somente hoje. Morte Por outro lado, morreu na tarde de sábado, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Vida, em Dourados, Cléber Ferreira Menezes, 34 anos, de Eldorado. Ele estava internado no estabelecimento hospitalar desde quarta- feira, quando foi baleado em bar daquela cidade. Uma pessoa morreu no dia do ataque. De acordo com as informações da polícia, Cléber Ferreira foi atingido na barriga por um tiro. Ele foi socorrido inicialmente no Hospital Santa Rita, em Eldorado. Mas, devido ao quadro clínico grave, os médicos decidiram transferi-lo para Dourados, onde acabou morrendo três dias depois. A outra vítima em óbito é Atílio Pereira da Silva, de 63 anos, dono do bar. Ele faleceu na hora, atingido por um tiro no pescoço e outro na perna direita. A terceira vítima, Magno Martins, 19 anos, levou um tiro na perna direita. Ainda segundo os registros policiais, um desconhecido armado invadiu o local e disparou várias vezes contra os três. A Polícia Civil não tinha pistas do assassino até ontem e nem a motivação do crime. As investigações prosseguem.

Leia Também