Sexta, 17 de Novembro de 2017

Dilma aceita convite e virá à Expogrande

19 FEV 2010Por 08h:22
A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, vai participar da Expogrande, em Campo Grande, no próximo mês. O evento pode ter a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ficou de tentar conciliar sua agenda. A vinda da ministra e pré-candidata a presidente foi confirmada na tarde de ontem em reunião com representantes do Estado, em Brasília. O Governo federal vai viabilizar R$ 1 milhão para a feira agropecuária. O recurso vai sair de emendas ao orçamento de autoria dos deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet e Antônio Carlos Biffi (os dois do PT) e do senador Delcídio do Amaral (PT). “Ficou definido que serão R$ 250 mil de emendas de cada parlamentar. Nosso objetivo é garantir uma grande festa”, disse Dagoberto após receber a confirmação do ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, da liberação do recurso. No encontro da ministra, empresários, produtores rurais, vereadores e deputados federais enfatizaram a importância da Expogrande para o setor, em nível nacional, e fizeram o convite à ministra que, de imediato, aceitou. Foi cogitada a participação, no sábado, dia 20 de março. Entretanto, por já ter compromisso em Santa Catarina, sugeriu: “Pode ser sextafeira (19)”. Em coro, os participantes da reunião disseram: “Pode!” Antes, Dilma recebeu um boné com a logomarca da Expogrande e escrito na parte de trás: “Ministra Dilma”. Logo após, a comitiva sulmato- grossense reuniu-se com o presidente Lula quando lhe foi entregue um boné e o convite da Expogrande. “Vou ter muito prazer em comparecer”, disse Lula, mas sem confirmar presença por causa da agenda. “O presidente disse que vai tentar participar da Expogrande”, comentou Loubet. Foto com Nelsinho Dilma não escondeu de ninguém a sua admiração por Nelsinho Trad (PMDB). O prefeito de Campo Grande estava em Brasília e quase no mesmo horário defendia o Projeto Viva Campo Grande 2, no Ministério do Planejamento, por isso não confirmou presença à reunião. A assessoria da ministra ligou cinco vezes para ele, reforçando a importância de sua participação no encontro. Mesmo chegando ao final, Nelsinho roubou a cena. A entrar na sala, a ministra disparou: “Gostei de saber que está com 80%” (referindo- se a sua aprovação popular). De imediato, Trad respondeu: “Graças a vocês”. O prefeito em seguida entregou à ministra artesanato indígena que foi recebido com um grande sorriso e enfático “Que legal!”. Outro fato que mostrou o interesse de Dilma em se aproximar de Nelsinho foi o pedido de uma foto. Todos que estavam no local pediram para fazer, cada um sozinho, o registro fotográfico com a ministra. Entretanto, foi Dilma quem solicitou fazer a fotografia sozinha com o prefeito da Capital. Os dois se abraçaram para a foto. Com Lula Ao receber a comitiva de Mato Grosso do Sul, Lula brincou bastante, conversou com todos, porém sem deixar de fazer uma cobrança ao governador André Puccinelli (PMDB). “Quem deveria chamar o Zeca é o André”, disparou o presidente ao comentar sua passagem pelo Estado hoje, em Três Lagoas, na indústria de celulose da Fibria/International Paper. O presidente disse que foi José Orcírio dos Santos quem viabilizou a instalação do empreendimento, por isso o convite para estar lá não deveria partir da Presidência, mas sim do atual administrador estadual. Lu l a comentou a i nd a não ser fácil administrar a participação de Puccinelli e Orcírio no evento, citando o caso de Minas Gerais, no qual disse ter sido constrangedora a participação de candidatos rivais que são de partidos da base aliada. Carona presidencial Os deputados federa is Vander Loubet e Dagoberto Nogueira, o prefeito Nelsinho Trad e o senador Delcídio do Amaral foram convidados a viajar hoje no avião do presidente Lula até Três Lagoas. O último a ser incluído na lista foi Trad, após reunião com Dilma e o presidente.

Leia Também