Terça, 21 de Novembro de 2017

Dermatologista faz alerta sobre os raios solares

5 FEV 2010Por 01h:24
Em períodos de calor intenso, os cuidados devem ser redobrados com a exposição aos raios solares, conforme orientam especialistas e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Os raios ultravioleta têm chegado à superfície de Mato Grosso do Sul em um índice considerado alto, ultrapassando a ponta da escala, que vai de 0 a 14, de acordo com o INPE. A dermatologista Cristina Katayama recomenda cuidados quanto à exposição da pele aos raios solares, principalmente entre as 10 e as 16 horas do dia, período em que o índice de radiação chega aos valores extremos. Ela também indica o uso de protetor solar, com fator de proteção a partir de 15, ao longo de todo o dia, mesmo quando a exposição aos raios não for direta. “A curto prazo, os raios solares causam queimaduras na pele. E não só quando se vai à praia”, lembra a médica, que também falou sobre os prejuízos da exposição aos raios ultravioleta em longo prazo. “Pode causar envelhecimento na pele e até câncer”, afirmou. Por isso, os pais devem se atentar para os cuidados com a pele das crianças, a fim de se evitar maiores problemas no futuro. Segundo a dermatologista, o hábito de usar protetor solar desde a infância pode reduzir em até 85% as chances de o indivíduo adulto sofrer com câncer de pele. (BG)

Leia Também