Domingo, 19 de Novembro de 2017

Democratas cansaram de negociar com André

13 ABR 2010Por 21h:35
Lidiane Kober

Depois do fracasso de várias negociações, o DEM cansou de discutir a candidatura do vice-governador Murilo Zauith (DEM) ao Senado com o governador André Puccinelli (PMDB). Segundo o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), Murilo não quer mais conversar sobre o assunto e está predisposto a “cuidar de sua vida privada” e deixar a política de lado. A decisão leva em conta a frustração por causa da manutenção da indicação da primeira-dama de Campo Grande, Maria Antonieta Trad (PMDB), como suplente do deputado federal Waldemir Moka (PMDB) na disputa por vaga de senador.

Na semana passada, a cúpula do DEM saiu de reunião com o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) decidida a lançar Murilo ao Senado. Isso porque o prefeito teria se comprometido a escolher o primeiro-suplente do vice-governador, barrar a parceria de sua esposa com Moka e fazer campanha para Murilo na Capital.

“O problema é que tudo foi desdito pela imprensa”, explicou Zé Teixeira. “Para a gente, o Nelsinho disse: topo fazer campanha para o vice-governador, a Antonieta não será suplente do Moka e uma pessoa da minha família poderá ser o parceiro do Murilo”, contou o deputado. “Só que agora, ninguém da família Trad quer ser suplente e tudo leva a crer que a Antonieta será parceira do Moka na eleição”, completou.

Diante do cenário, Zé Teixeira tem quase certeza da intenção de o prefeito trabalhar pela reeleição do senador Delcídio do Amaral (PT) e pela vitória de Moka. “Se você me perguntar, o Nelsinho vai apoiar o Delcídio? Vou te dizer, sim”, declarou. “O Delcídio tem poder. Ele tem mandato e é ligado ao presidente Lula”, explicou.

Outro ponto que incomoda os democratas é a manutenção da indicação de Antonieta a suplente de Moka. “Não adianta dizer que vai fazer campanha para o Murilo em Campo Grande, se a primeira-dama for a suplente do Moka. Isso é conversa para boi dormir”, comentou Zé Teixeira. “Se o PMDB manter a indicação da Antonieta, acabou a conversa. Isso, o Murilo disse ontem (anteontem) à noite para mim”, contou o deputado.

Dessa forma, Zé Teixeira deixou clara a pretensão de o colega de partido abandonar o projeto de disputar vaga de senador na chapa do governador André Puccinelli. “Da maneira como as coisas estão, o Murilo vai tocar as empresas dele”, disse.

Leia Também