Sexta, 17 de Novembro de 2017

Delegado alerta que é preciso ficar atento

30 AGO 2010Por 08h:14
“A única coisa que chega para gente com regularidade são as contas. Ninguém vem à nossa residência entregar casa, carro, apartamento ou dinheiro. Então, a pessoa sempre tem que desconfiar disso. Dinheiro não cai do céu e só somos sorteados quando jogamos”, alertou o assessor de comunicação da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, delegado Jefferson Luppe. Ele recomenda que a pessoa jamais deposite dinheiro como condição para liberação de algum prêmio e orienta, ainda, que ao receber uma “mensagem premiada” o cidadão entre em contato com a empresa, que supostamente estaria presenteando, por meio de um telefone 0800. Também é importante consultar sempre um vizinho, um policial ou até mesmo um bancário, que tenha conhecimento da prática criminosa e condições de esclarecer o episódio. A pessoa que receber um comunicado promocional via celular pode acessar o site da Polícia Civil (www.pc.ms.gov.br), registrar a ocorrência e denunciar a tentativa de golpe para que a polícia investigue o fato. Caso o golpe tenha sido concluído e a vítima já tenha feito o depósito, a orientação é para que procure uma delegacia e registre um boletim de ocorrência. O crime é classificado como estelionato, que está previsto no artigo 171 do Código Penal Brasileiro e a pena varia de um a cinco anos de reclusão para o criminoso. (VS)

Leia Também