Segunda, 20 de Novembro de 2017

Delcídio é internado e Dirceu cancela visita ao Estado

26 MAR 2010Por 05h:50
Ao saber que o senador Delcídio do Amaral (PT) está com dengue, o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil) adiou a visita que faria no próximo domingo a Campo Grande, para conversar com lideranças do PT estadual sobre estratégia de campanhas da sucessão presidencial e regional em Mato Grosso do Sul. Delcídio, que estava de repouso em casa desde domingo, foi internado na noite de quarta-feira devido a um princípio de desidratação. José Dirceu foi avisado sobre a doença do senador pelo presidente do PT estadual, Marcus Garcia, que na quartafeira telefonou para a assessoria do ex-ministro. No mesmo dia, José Dirceu telefonou para Delcídio para saber de sua saúde. “Eu contei a ele que não teria condições de comparecer ao encontro no PT por causa da dengue. Ele brincou: pegou doença de rico, heim?! Disse que queria minha presença na reunião e preferiu adiar”, contou Delcídio ontem à tarde, quando ainda estava no hospital. Conforme Garcia, José Dirceu pediu para que o encontro fosse adiado para o mês que vem, em data que Delcídio e também o ex-governador e pré-candidato petista ao governo estadual José Orcírio Miranda dos Santos possam estar presentes. O ex-ministro pretende aproximar as duas principais lideranças petistas do Estado para fortalecer o partido para as eleições. Serão convidados também os deputados estaduais e federais e demais lideranças petistas. “Depois que o senador estiver recuperado, vamos agendar a data”, disse Garcia. Internação Delcídio do Amaral foi internado no Hospital El Kadri, em Campo Grande, às 21h30min de anteontem. Delcídio contou que a internação foi determinada pelo médico ao constatar que ele não estava tomando água regularmente. O senador até argumentou que estava corado, mas o médico afirmou que a vermelhidão na verdade era sinal de desidratação e ele teria de tomar soro. Depois de passar a noite no hospital, ontem Delcídio estava melhor. A previsão é de que ele tenha alta hoje ou, no mais tardar, amanhã. Até domingo, todos os seus compromissos estão suspensos. A internação está servindo também para que o senador possa se afastar um pouco dos telefonemas e do noticiário político. Ontem de manhã, no hospital, Delcídio postou na rede de microblogs Twitter, na internet, que estavam “confiscando” seu telefone e computador. “Sacanagem, estão confiscando meu celular e meu notebook. Volto assim que puder. Eita mosquito poderoso!!!”, escreveu. A mensagem foi apagada cerca de 20 minutos depois.

Leia Também