Quarta, 22 de Novembro de 2017

Custos do seguro de vida podem cair 15%

19 MAR 2010Por 06h:06
A Susep (Superintendência de Seguros Privados) e a Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida) lançaram ontem a primeira tábua atuarial brasileira, a BR-EMS – usada para apontar a expectativa de vida e mortalidade da população. Com a nova referência, o preço dos seguros de vida poderão cair até 15% nos próximos meses, segundo expectativa do presidente da Comissão Atuarial da Fenaprevi, Jair Lacerda. Atualmente, as seguradoras brasileiras usam a tábua americana, tanto para calcular as contribuições dos brasileiros à previdência privada quanto ao seguro de vida. No caso da previdência, não haverá impactos significativos porque a tábua utilizada é mais recente, de 2000 (a AT 2000), e o mercado brasileiro ainda aplica o ajuste de 10%.

Leia Também