Domingo, 19 de Novembro de 2017

fielzão

Corinthians quer abrir o Mundial de 2014

31 AGO 2010Por 06h:28
São Paulo

Em uma reunião no terreno no Bairro de Itaquera onde será erguido o novo estádio do Corinthians, o “Fielzão”, o presidente do clube, Andrés Sanchez, encontrou-se na manhã de ontem com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e com o governador do Estado, Alberto Goldman, para anunciar oficialmente que a futura arena será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014.
A previsão inicial feita pelo Corinthains é de que o novo estádio teria capacidade para receber 48 mil torcedores. Como a Fifa exige um mínimo de 65 mil espectadores para o local de abertura do Mundial, o Timão está buscando junto às autoridades do futebol o dinheiro para ampliar o projeto.
“Está tudo pronto para 48 mil pessoas, sem dinheiro público. Agora vamos falar com a Fifa e com a CBF para fazermos uma reengenharia financeira e adequarmos a capacidade para mais de 65 mil torcedores”, explicou o presidente do Corinthians.
Apesar do otimismo na ampliação do projeto, ficou claro que, neste momento, o novo estádio do Corinthians é a única solução encontrada pelas autoridades do Estado para que a cidade receba o jogo inaugural do Mundial. Isto foi dito pelo prefeito Gilberto Kassab, que não hesitou em responder o que aconteceria caso o projeto corintiano fracasse. “Se não der certo com o Corinthians, a cidade de São Paulo não vai receber a abertura da Copa”, garantiu.

Leia Também