Domingo, 19 de Novembro de 2017

Coreia do Norte rompe com a do Sul

26 MAI 2010Por 09h:06
AGÊNCIA ESTADO, SEUL

A Coreia do Norte afirmou, ontem, que está rompendo todas as suas relações com a Coreia do Sul, afirmou a agência estatal KCNA. Segundo relato da agência, serão também cortados todos os laços bilaterais de comunicação. O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il, ordenou que o Exército do seu país, de 1,2 milhão de soldados, esteja pronto para combate, segundo a agência de notícias Yonhap.

Pyongyang afirmou que expulsará todo o pessoal sul-coreano de um projeto industrial conjunto, em Kaesong, na parte norte-coreana da fronteira. Além disso, a Coreia do Norte afirmou que pretende banir os navios sul-coreanos de seu espaço marítimo e os aviões desse país de seu espaço aéreo.
Os vizinhos vivem uma fase tensa, após uma comissão investigativa concluir que a Coreia do Norte foi culpada pelo naufrágio do navio militar sul-coreano Cheonan, ocorrido em março. O naufrágio do Cheonan foi um dos piores desastres militares na Península Coreana desde que a Guerra da Coreia de 1950-1953 acabou em armistício.

Pyongyang nega ter responsabilidade por esse ataque, no qual foram mortos 46 marinheiros. Ontem, o governo norte-coreano acusou o vizinho do Sul de ter ultrapassado suas fronteiras marítimas e ameaçou responder com uma ação militar.
Os Estados Unidos mostraram apoio total às medidas da Coreia do Sul e anunciaram manobras militares conjuntas com as forças armadas sul-coreanas. O objetivo é deter uma possível agressão militar da Coreia do Norte, disse a Casa Branca. OS EUA têm atualmente 28.500 soldados em guarnições na Coreia do Sul.

A Coreia do Sul também quer levar a Coreia do Norte ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, por causa do naufrágio do navio. O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse esperar que o Conselho tome medidas contra a Coreia do Norte, mas a China, integrante permanente e com poder de veto, além de aliada da Coreia do Norte, tem feito pouco, além de pedir calma a ambas as partes.

Leia Também