Quarta, 22 de Novembro de 2017

Copa deve ampliar em 30% as vendas de televisores

11 MAI 2010Por 07h:59
ADRIANA MOLINA

A venda de televisores em Mato Grosso do Sul deve aumentar até 30% em maio. O acréscimo, segundo a Federação do Comércio do Estado, é por conta das transmissões da Copa do Mundo na África do Sul, que começam em 10 de junho. E como o primeiro jogo do Brasil acontece no dia 15, contra a Coréia do Norte, a movimentação dos patriotas que querem assistir aos jogos em telas maiores e com imagem de melhor qualidade já começou nas empresas especializadas.
O gerente de uma loja de eletrodomésticos em Campo Grande, Edson do Nascimento, contabiliza que a procura por televisores neste início de mês tem sido cerca de 10% maior que em meses de maio de anos anteriores, quando não havia Copa. E a expectativa é de que esse percentual suba para 35% a partir da próxima semana, quando chegam novos modelos para ampliar os estoques, justamente por causa do evento mundial. “Na última Copa vendemos 40% mais e esperamos manter ou superar essa marca, pois vejo que a procura tem sido grande, e percebemos que a população quer também aproveitar a Copa para trocar seu aparelho por um modelo mais novo”, conta Nascimento.
Segundo o gerente, entre os mais procurados estão os modelos LCD de 32 e 42 polegadas, que custam entre R$ 1,3 mil e R$ 2,3 mil. Porém, esses ainda não possuem o conversor para o sinal digital. “Muita gente confunde, acha que LCD já é digital e não é. Os modelos digitais são bem mais caros, em torno de R$ 6 mil a R$ 8 mil”, explica.
Há ainda aqueles que buscam o mais novo lançamento do mercado: televisores em 3D, que, através de óculos especiais, possibilitam um cenário quase que real do que se assiste. Porém, os preços desse tipo de televisor são bem mais salgados, atingem R$ 15 mil no mercado local, o que significa que existe consumidor querendo investir pesado para assistir aos jogos como se estivesse ao vivo no estádio de futebol.

É mesmo a Copa
Segundo a Fecomércio-MS, por mais que as promoções desse tipo de produto estejam acontecendo desde o Natal, não há outra explicação para as vendas crescerem tanto no período, a não ser os jogos mundiais. “Muitos aproveitaram até o Dia das Mães para trocar o aparelho antigo que está em casa para assistir à Copa. Verificamos isso numa pesquisa que fizemos, em que 25,6% dos que afirmaram que comprariam eletroeletrônicos para a mãe indicaram o televisor como presente já pensando em ver o Brasil em campo no mês que vem”, afirmou o economista da entidade, Thales de Souza.

Evolução
Ao contrário do que aconteceu quando a TV passou de preto e branco para colorida, dessa vez, a disponibilização de novos produtos, como os com imagem em alta resolução e com conversores de sinal que transformam o analógico em digital, tem sido bem mais rápida. Mudanças tecnológicas que levavam anos agora ocorrem em meses, isso porque, segundo o economista, a sociedade atualmente está numa era diferente.
“Vivemos várias épocas de revoluções, mudanças e podemos dizer que este é um momento de desenvolvimento tecnológico, uma era onde o principal elemento é a rapidez da informação”, explica Souza. A tese justifica ainda o porquê de televisores, computadores e outros aparelhos eletrônicos lançados ficarem defasados em tão pouco tempo.

Leia Também