Segunda, 20 de Novembro de 2017

Copa 2014 tem quatro obras atrasadas

4 MAI 2010Por 07h:57
São Paulo

O prazo para início das obras dos 12 estádios da Copa do Mundo de 2014 terminou ontem, mas quatro das doze subsedes nem sequer concluíram o processo licitatório para a construção ou reforma das arenas. As subsedes que não obedeceram à data estipulada pela Fifa são Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Fortaleza (CE) e Natal (RN).
O Maracanã já conta com cronograma e orçamento estabelecidos, porém ainda discute com a Fifa o projeto ideal para o estádio.
No Distrito Federal, o escândalo de corrupção que derrubou o ex-governador José Roberto Arruda atrasou a conclusão do processo. As propostas nem sequer foram analisadas, e a assinatura do contrato deve acontecer, na melhor das hipóteses, no fim de maio.
No Nordeste, Fortaleza prevê o anúncio dos vencedores da licitação no dia 10. Por seu turno, a situação mais crítica é a de Natal, onde o edital nem sequer foi publicado.
Das 12 cidades, somente quatro começaram as obras. Belo Horizonte, Cuiabá, Manaus e Salvador são as mais adiantadas. São Paulo, Porto Alegre e Curitiba também fizeram alterações nos estádios, mas não iniciaram os principais pontos das reformas. Amanhã a Confederação Brasileira de Futebol começa uma vistoria às obras das subsedes. São Paulo é a primeira da lista.

Leia Também