Sábado, 18 de Novembro de 2017

Contribuinte revoltado atira avião contra prédio nos EUA

19 FEV 2010Por 08h:58
O piloto de um pequeno avião que bateu contra um prédio pode ter deliberadamente atingido os escritórios da receita americana (IRS, pela sigla em inglês), após uma disputa fiscal. O piloto, Joseph Stack, postou na internet um manifesto contra o governo, dando a entender que ele foi responsável pelo acidente, que levou dois homens ao hospital com queimaduras. Um gerente do IRS, que aluga parte do prédio, estava desaparecido após o incidente, segundo um de seus colegas, Richard Lee. O jornal The Austin American- Statesman disse ter localizado um manifesto escrito por Stack, no qual ele faz duras críticas à igreja católica, ao ex-presidente George W. Bush e aos setores empresarial e financeiro dos Estados Unidos. “Eu vi escrito uma vez que a definição de insanidade é repetir o mesmo processo várias vezes e esperar que o resultado seja, de repente, diferente”, diz a mensagem. “Eu finalmente estou pronto para interromper esta insanidade. Bem, senhor grande irmão do IRS, vamos tentar algo diferente, fique com um pouco da minha carne e durma bem.” A mensagem, assinada por “Joe Stack (1956-2010)”, tinha a data de “18/02/2010”. A família de Stack não fez comentários sobre o caso, segundo policiais. A casa do piloto, localizada a alguns quilômetros do local do acidente, foi destruída por um incêndio. Os vizinhos ouviram o barulho de uma explosão na casa pouco antes das 9h (horário local) e a casa foi rapidamente envolvida pelas chamas. O choque do avião com o prédio provocou uma coluna de fumaça negra que resultou no fechamento de autoestradas a cerca de 16 quilômetros da Assembleia estadual. O avião de Stack, um monomotor Piper Cherokees, decolou de Georgetown, ao norte de Austin, às 9h40min (horário local), segundo a Administração Federal de Aviação. O Comando de Defesa Aeroespacial norte-americano enviou dois jatos F-16 para patrulhar o espaço aéreo após o acidente. O porta-voz Jamie Graybeal disse que a medida é “uma precaução prudente e de acordo com nossa resposta a incidentes aéreos similares”. A Casa Branca disse que o presidente Barack Obama foi informado sobre o acidente e que ele não parece ter sido um ato de terrorismo. Testemunhas disseram que viram o avião se aproximando do prédio de escritórios Echelon I, localizado nas proximidades de uma avenida que corta a cidade de leste a oeste, numa área cheia de lojas de produtos luxuosos. “Todo o prédio tremeu. Eu senti como se um carro tivesse atingido o prédio”, disse Camille Ziegelhofer, que trabalha numa empresa de software num prédio contíguo. Alan Fletcher, que trabalha no edifício Online Trading Academy, que fica nas proximidades, foi ao Echelon I logo após o acidente para prestar socorro. Ele disse que as pessoas dentro do prédio estavam chorando e muitas haviam sofrido cortes.

Leia Também