Domingo, 19 de Novembro de 2017

Conselho aprovou 547 projetos para o Estado

16 MAR 2010Por 07h:58
O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro- Oeste (FCO) já liberou R$ 79,5 milhões em recursos no primeiro trimestre deste ano para indústrias instalaremse em Mato Grosso do Sul. O volume já soma 8,3% do montante de R$ 955 milhões direcionado ao Estado. Já são 547 projetos deliberados. Somento na última reunião do Conselho, retomada e concluída ontem, foram aprovados 67 projetos no valor de R$ 34 milhões abrangendo 21 municípios. O destaque da reunião foi a área de comércio e serviços, que apresentou importantes pleitos nos setores de alimentação, saúde, transporte e turismo, a exemplo da demanda para construção de hotéis. Nesta categoria foram analisadas e deliberadas 5 cartas consulta no valor de R$ 4,6 milhões cujos empreendimentos devem ser implantados nos municípios de Campo Grande, São Gabriel do Oeste, Bonito, Itaporã e Itaquiraí. A ampliação e modernização dos empreendimentos comerciais em diversos municípios do Estado “são reflexos do processo de expansão e modernização do agronegócio, compreendendo a produção e industrialização de alimentos e a expansão dos setores sucroalcooleiro e de florestas nos últimos anos”, como bem lembrou o secretário- executivo do Conselho Estadual do Fundo (CEIF/FCO), Jerônimo Chaves, também é superintendente de Agropecuária da secretaria de Produção (Seprotur). Contudo, os tradicionais projetos para aquisição e/ou retenção de matrizes bovinas, formação de pastagens, implantação de florestas de eucalipto e implantação de indústrias nos mais diversos segmentos permanecem em pauta, como praxe. Desempenho Ainda durante a reunião as instituições repassadoras dos recursos do FCO – Banco do Brasil e Sicredi – apresentaram um breve desempenho das contratações realizadas no primeiro trimestre do ano. Conforme fechamento do último dia 10 de março, já foram contratados 480 projetos no valor de R$ 45,5 milhões – sendo 443 projetos no valor de R$ 43,2 milhões pelo Banco do Brasil e outros 37 projetos no valor de R$ 2,3 milhões pelo Sicredi. Ao todo, somando as deliberações de hoje, o volume soma 547 projetos no valor de R$ 79,5 milhões. Há também outros 399 projetos em andamento (a contratar) junto ao Banco do Brasil que somam R$ 587,8 milhões e outros 10 projetos também estão em andamento no valor de R$ 1 milhão junto ao Sicredi.

Leia Também