Quinta, 23 de Novembro de 2017

Confira as taxas praticadas pelas instituições

24 JAN 2010Por 06h:41
A maioria dos bancos oferece o crédito pessoal corriqueiro aos clientes, outros, como o Bradesco, criaram campanhas direcionadas às despesas de início de ano. O banco disponibiliza financiamento para IPTU, IPVA, licenciamento do veículo e até para as multas de trânsito no período de cobrança do imposto. Os juros ficam entre 3% e 3,99% ao mês, mais Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros (IOF), e o prazo de pagamento é de 40 meses. O site do banco tem os detalhes – menos as informações sobre cobrança de juros, que também não foram informados por telefone à reportagem do Correio do Estado em uma simulação de atendimento. (veja tabela) Vale lembrar que os órgãos de defesa do consumidor exigem que as instituições financeiras esclareçam os detalhes de taxas de suas operações em qualquer canal de atendimento. Procurado, o Bradesco informou que as taxas de juros da campanha “Despesas de Início de Ano” dependem do relacionamento do cliente com o banco e, como essa linha de crédito é sazonal, as alíquotas são informadas apenas nas agências. A cobrança de juros é flexível em todos os bancos, e varia de acordo com o cliente. A cooperativa de crédito Sicredi também prefere negociar os juros das linhas de antecipação de impostos cara a cara. As taxas variam entre 1,48% e 3,91% ao mês. Apesar de oferecer prazo menor de financiamento, 12 meses no máximo, a vantagem da cooperativa é isentar o tomador do IOF. (CHB)

Leia Também