Domingo, 19 de Novembro de 2017

Como escolher o estofado

21 MAI 2010Por 08h:14
Daniela Pessoa, Bolsa de Mulher

Quando o tema é casa, sempre lembramos de dúvidas que não são fáceis de solucionar. Afinal, precisa escolher pelo conforto, durabilidade ou beleza? No que se refere aos estofados, essas dúvidas são bastante frequentes e ainda estão associadas a detalhes essenciais. Ter móveis que combinem com a decoração, muito ou pouco espaço, criança em casa, bichos de estimação... Tudo isso precisa ser levado em consideração quando for escolher o estofado, além do seu objetivo.

Mas nem sempre o seu uso ou o conforto estão no topo da lista de preferências. Muitas pessoas escolhem pelo mais bonito. Segundo os arquitetos, uma maneira de não errar na hora de escolher é preferir o tecido impermeabilizado, pois a limpeza é mais fácil, já que a sujeira fica na superfície. O líquido até vai entranhar, mas com menos facilidade que no tecido comum.
O tecido mais procurado é o chenille, pois é mais chique e mais encorpado. Aliás, ele é o ideal para os sofás que vão ficar na sala de estar. Ele dá um toque confortável e fica mais bonito. Para a sala de TV, este tecido também pode ser usado, porém, existem outros mais confortáveis, como a camurça e o suede (couro fino e acamurçado).

Mas como a sala de TV é um ambiente muito utilizado, talvez seja melhor investir em um estofado mais fácil de limpar. A camurça e o suede são mais difíceis. Neste caso, é melhor usar a sarja peletizada, um tecido mais resistente e confortável, pois é mais macio do que a sarja comum. Este tecido é aconselhado para sofás-cama e capas para sofás.

Porém, a sarja não é um tecido bonito e o sofá não realça por si só, daí a importância de decorar este móvel com almofadas ou mantas. Outra opção para dar mais vida ao ambiente é combinar o sofá com os tapetes, quadros, cadeiras e cortinas. Assim, é possível ter um estofado resistente e de bom gosto.
Os arquitetos também informam que a sarja é o tecido ideal para quem tem animais em casa, pois é mais fácil de limpar. Ao contrário dela, a camurça não é aconselhada para casas com animais. Além de pegar muito pelo, a sujeira agarra por causa da textura do material. Além disso, muita gente não gosta desse material, porque ele passa uma impressão de que está bagunçado, já que a fibra da camurça muda de acordo com a forma como passamos a mão.
Assim como a sarja, o isocouro também é uma boa opção, porque é fácil de limpar. É um material sintético e atende bem quando há crianças ou animais em casa. Mas os arquitetos dizem que há uma desvantagem, são materiais muito fáceis de estragar e furam com facilidade, até mesmo com a unha dos animais. Eles também ficam bonitos, dependendo do contexto.

Se o estofado estiver em uma sala cujo objetivo é só receber pessoas, é aconselhado usar o chenille ou o jacquard. Assim o ambiente fica mais chique. Entre estes dois, o segundo ganha pela durabilidade, já que é mais resistente. Ele também é o tecido ideal para ser usado em cadeiras que fazem conjunto com os sofás, justamente por ser mais durável. Entre todos esses tipos, o chenille é o que tem melhor aceitação. As pessoas só compram de outro material se o sofá já estiver pronto. Se for para fazer ou reformar, elas preferem o chenille.

Para levar em conta o conforto, o tipo de espuma também deve ser observado. Se o sofá for para uma sala de visitas, não é legal que ele seja muito macio. Geralmente, as visitas não se jogam no sofá, elas sentam mais na ponta. Então é melhor colocar uma espuma mais resistente. Para este caso, é aconselhado optar por uma espuma que resiste mais, como a ortopédica, que é mais dura, ao contrário do estofado de uma sala de televisão, que pode ser mais macio.

Escolhendo certo
A escolha do melhor sofá por vezes não é fácil e é necessário ter em conta vários pormenores. Os sofás são sempre um elemento muito importante na decoração de interiores, são peças-chave na sala e são também uma das mobílias mais caras, que requerem sempre um investimento considerável. Para garantir um estofado que lhe ofereça conforto e ao mesmo tempo seja duradouro terá de ter em atenção a algumas regras que testam a qualidade dos produtos (confira boxe abaixo).

Leia Também