Com cheia, 5 cidades decretam emergência; Acre está isolado

FOLHA PRESS 21/02/2014 18h45

Cinco municípios do Amazonas decretaram estado de emergência devido às cheias da bacia amazônica. A situação mais grave é em Boca do Acre, no sul do Estado, que já recebe ajuda humanitária da Defesa Civil do Estado.

Humaitá, Envira, Ipixuna e Guajará são os outros municípios que sofrem com a chuva. Segundo a Defesa Civil, mais de 16 mil famílias, entre desalojados e desabrigados, foram atingidas pela cheia.

Um barco com ajuda humanitária --medicamentos, colchões, roupas-- foi enviado hoje a Humaitá, que está isolada, mas só deve chegar no município na próxima terça-feira. A Defesa Civil afirma que a logística é o grande gargalo para o envio de ajuda.

A Defesa Civil informou que acionou o Ministério da Integração para reforçar o auxílio aos atingidos.

Acre

A cheia do rio Madeira isolou o Acre por via terrestre. Seu único acesso, a BR-364, que liga Rio Branco e Porto Velho, foi totalmente interditado. O rio Madeira alcançou hoje 18,01 metros, um recorde histórico.

A preocupação em Rio Branco é o abastecimento de combustíveis, comprometido pelo fechamento da BR-364.
 


Compartilhe