Quarta, 22 de Novembro de 2017

CNT/Sensus aponta Dilma à frente de Serra

18 MAI 2010Por 06h:40
BRASÍLIA

Seguindo a mesma tendência apontada pela pesquisa Vox Populi, divulgada no fim de semana, o levantamento do Instituto Sensus, encomendado pela Confederação Nacional do Transportes (CNT), também mostrou ontem, pela primeira vez, a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, numericamente à frente do pré-candidato do PSDB, José Serra, em uma lista induzida. Dilma aparece com 35,7% e José Serra, com 33,2% dos votos, o que configura empate técnico. Também pela primeira vez, a petista supera o tucano nas intenções de voto para o segundo turno.

A ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (PV), foi apontada por 7,3%. José Maria Eymael (PSC) recebeu 1,1% das intenções de voto. Os outros sete pré-candidatos de partidos nanicos receberam menos de 1% cada.

Em outro cenário, porém, quando a pesquisa Sensus apresenta uma lista apenas com os nomes dos principais candidatos - Dilma, Serra e Marina - o ranking se inverte. O candidato do PSDB recebe, nesta situação, 37,8% das intenções de voto, batendo Dilma Rousseff, com 37% e Marina Silva, com 8%. O restante dos entrevistados votaria branco ou nulo.

Em janeiro deste ano, quando a CNT/Sensus apresentou esta mesma lista aos entrevistados, José Serra estava bem na frente da candidata do PT, com 40,7%. Dilma Rousseff recebeu, naquele mês, 28,5% das intenções de voto. Marina Silva havia ficado com 9,5%.
A 101ª. pesquisa entrevistou 2 mil eleitores, em 126 municípios de 24 estados. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Segundo turno
Em eventual segundo turno entre Dilma e Serra, a petista venceria o tucano com 41,8% dos votos contra 40,5%.
Na pesquisa feita em janeiro, Serra estava na frente, com 44%. Dilma Rousseff recebeu 37,1% da preferência.
Em outro cenário, com Dilma e Marina disputando o segundo turno, a petista venceria com 51,7% contra 21,3%. Com José Serra e Marina Silva disputando o segundo turno, o tucano seria eleito com 50,3% e a ex-ministra ficaria com 24,3%.

Espontânea
Dilma também aparece em primeiro lugar na pesquisa espontânea, modalidade em que os entrevistados apontam em quem eles pretendem votar na eleição de outubro, sem consultar os nomes dos candidatos.

Dilma está com 19,8% das intenções de votos e Serra, com 14,4%. O presidente Lula, em terceiro lugar no ranking, foi citado por 9,7%, Marina Silva (PV), Ciro Gomes (PSB), Geraldo Alckmin (PSDB) e Aécio Neves (PSDB) foram mencionados por menos de 1% dos entrevistados.

Esta foi a primeira vez que Dilma ficou na frente do presidente Lula na pesquisa espontânea. Na última pesquisa espontânea divulgada pela CNT/Sensus, em fevereiro deste ano, 18,7% dos entrevistados disseram que votariam em Lula para presidente, ainda que ele não possa concorrer. Dilma foi apontada por 9,5%;  Serra, por 9,3% e Marina, por 1,6%.
A preferência por Aécio Neves tinha ficado em 2,1%. Ciro Gomes obteve 1,2%. Outros 2,6% votariam branco ou nulo.

Leia Também