Domingo, 19 de Novembro de 2017

Circuito de Teatro seleciona sete peças

26 MAI 2010Por 20h:13

Thiago andrade

O “Circuito Sul-mato-grossense de teatro 2010”, que tem previsão de início para a segunda quinzena de julho, teve seis peças selecionadas. O resultado foi publicado no Diário Oficial do Estado de ontem. Foram encaminhadas à Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) 18 propostas, com espetáculos de palco, de rua ou circo e infantis. Como o número de selecionados foi inferior ao previsto, a Fundação ficará responsável pela escolha da sétima peça que percorrerá cidades do interior.

“A escolha foi feita com base nos critérios estabelecidos no edital, que diziam respeito à qualidade e à diversidade de linguagem dos espetáculos, entre outros”, explica Márcio Veiga, coordenador do Núcleo de Teatro da FCMS.
Os principais objetivos do projeto de circulação são permitir que cidades do interior tenham contato com a produção teatral da Capital e outros polos, estimulando a criação de plateias e fomentando a criação de novos grupos e companhias. “Por esse motivo, as peças selecionadas devem trazer essa multiplicidade de linguagem”, aponta.
Segundo Márcio, o circuito conta com uma diferença este ano. “Vamos tentar levar mais de um espetáculo para cada cidade, permitindo que o público possa debater e entender melhor cada linguagem. Talvez façamos dois, três dias de apresentações”, esclarece.

Os trabalhos serão encenados em 35 cidades do interior. Este ano, após discussões  com representantes dos grupos teatrais do Estado, a FCMS decidiu aumentar o cachê dos grupos.
 
Peças selecionadas:
“Encruzilhada – o último cabaré” – Circo do Mato Grupo de Artes Cênicas;
“Socorro minha casa é uma comédia” – Grupo Palco;
“A cabeleireira” – Hendÿ – Grupo de Pesquisa e Experimento em Teatro;
“Sob controle” – Grupo Flor e Espinho;
“A lenda do Vale da Lua” – Teatral Grupo de Risco;
“De palhaço e lobo todo mundo tem um pouco” – Arte e Riso Cia. de Animação.

Leia Também