Segunda, 20 de Novembro de 2017

Chuva pode deixar o GP da Malásia mais equilibrado

2 ABR 2010Por 23h:00
SEPANG, Malásia

O Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1, que acontece no domingo no circuito de Sepang, próximo a Kuala Lumpur, será palco de nova disputa das escuderias Ferrari, McLaren e Red Bull, e que pode ficar mais equilibrado com a ameaça da chuva.

Na liderança do Mundial, com quatro pontos de vantagem sobre o companheiro de equipe Felipe Massa, o espanhol Fernando Alonso tem por único objetivo vencer o campeonato. “Meu único objetivo é vencer o Mundial e pontuar no domingo. Não vou me preocupar com nenhuma outra coisa que não seja isso”, declarou.

Entretanto, Alonso não tem o carro mais rápido da competição. Sua Ferrari está um pouco atrás do carro da Red Bull, “o melhor” do grid de largada, segundo o piloto duas vezes campeão do mundo (2005 e 2006).

Tempestade

Independentemente de quem ganhar, o vencedor em Sepang terá que se impor na chuva, que é muito provável no domingo. Ontem, o circuito foi atingido por uma tempestade tropical. Rubens Barrichello, piloto da Williams, que voltava ao hotel no momento da chuva, ficou assustado. “Se chover na corrida o que choveu hoje (quinta) à tarde, vamos precisar de boia”, disse Barrichello, em sua página no Twitter.

O Grande Prêmio da Malásia foi interrompido na metade da corrida em 2009 pelos alagamentos no circuito após duas fortes chuvas, e nesta temporada decidiu-se adiantar um pouco o horário da competição (16h locais – 5h MS).
O treino de classificação, que vai definir o grid de largada do Grande Prêmio, acontece na madrugada de sábado, às 3h (MS).

Leia Também