Quinta, 23 de Novembro de 2017

Celebrações religiosas devem reunir 155 mil

1 JUN 2010Por 06h:43
Silvia Tada

O feriado de Corpus Christi faz parte do calendário católico mas, neste ano, o dia 3 de junho será de atividade intensa para pelo menos três denominações religiosas, que devem reunir cerca de 155 mil pessoas, em Campo Grande. As celebrações acontecem no Parque Ayrton Senna, na Praça do Rádio Clube e nas ruas centrais da Capital.

De acordo com estimativa dos organizadores, o maior evento acontecerá no Parque Ayrton Senna, no Bairro Aero Rancho, a partir das 15h, com a pregação do apóstolo Waldemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus. São esperadas 100 mil pessoas, em um público equivalente à passagem do Papa João Paulo II pela Capital, em outubro de 1991.
Esta é a segunda vez que o líder religioso vem a Campo Grande. Na edição passada da Concentração de Fé e Milagres, a organização contabilizou participação de 80 mil pessoas.

A Igreja Mundial é dissidente da Igreja Universal do Reino de Deus e foi criada em 1998. É apontada como a igreja que mais cresce no País e, em Mato Grosso do Sul, conta com templos em 60 municípios.
Tradição

A Igreja Católica celebra missa às 15h, seguida de procissão pelas principais avenidas do centro da cidade, com a participação aguardada de 25 mil pessoas. O trabalho dos representantes das 29 paróquias, no entanto, começa cedo, às 5h, com a tradicional confecção dos tapetes coloridos para a passagem do corpo de Cristo, simbolizado pelo ostensório contendo a hóstia consagrada.
A missa será na Avenida Afonso Pena, entre as ruas 13 de Maio e 14 de Julho, celebrada pelo arcebispo de Campo Grande, dom Vitório Pavanello e concelebrada por cerca de 80 sacerdotes. Em procissão, os fiéis seguem até a Avenida Fernando Corrêa da Costa, onde será realizado show com bandas católicas locais, de acordo com a assistente social da Diocese, Paula Cristina Vieira Dias.

Aniversário
Para celebrar os 30 anos da Igreja Internacional da Graça de Deus uma grande reunião acontece na Praça do Rádio Clube, no centro da cidade, a partir das 17h, com expectativa de público em torno de 30 mil pessoas. O líder religioso da denominação, missionário R. R. Soares conduzirá o evento, que também terá a participação dos cantores David Soares e Fernandes Lima.
A previsão é de que a reunião dure cerca de 3h, com momentos de louvor e oração. “Nesse momento, costumam acontecer muitos milagres e temos o depoimento dessas pessoas”, relatou o pastor Daniel Braga. Depois de Campo Grande, Soares continua as visitas por Mato Grosso do Sul. Na sexta-feira faz reuniões em Aquidauana (9h), Jardim (13h), Ponta Porã (16h) e Dourados (19h). No dia seguinte, estará em Naviraí (9h), Nova Andradina (13h) e Três Lagoas (16h).

Ruas
Devido aos eventos religiosos, algumas ruas da Capital ficarão interditadas. A partir das 5h, o trânsito de veículos estará impedido na Rua 14 de Julho entre as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. A Avenida Fernando Corrêa da Costa, entre a ruas 13 de Maio e Avenida Calógeras, também fica fechada para a confecção dos tapetes.
A partir das 15h, a Avenida Ernesto Geisel, na altura do Parque Ayrton Senna, no sentido bairro-centro, estará fechada, assim como a Avenida Mato Grosso, entre as ruas 13 de Maio e 14 de Julho. As ruas do entorno da Praça do Rádio Clube, com exceção da Avenida Afonso Pena, também ficam intransitáveis.

Leia Também