Sexta, 24 de Novembro de 2017

Caravana da Petrobras promove oficinas de capacitação na Capital

27 ABR 2010Por 19h:20

Cristina Medeiros

 

Em 2007, a Petrobras realizou a iniciativa de lançar o Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania. Seu objetivo é contribuir para a redução da pobreza e das desigualdades sociais nas comunidades mais excluídas do País. Assim, na manhã dessa terça-feira, a gestora de projetos Miriam de Barros e o consultor de projetos Tiago Lima, ambos da Petrobras, estarão no Bristol Exceler Plaza Hotel, às 9h, promovendo uma Caravana Social, com oficinas presenciais que capacitarão os interessados para a elaboração de projetos para o Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras. Além de divulgar o programa, a caravana tem como objetivo a apresentação dos critérios da escolha dos projetos, permitindo assim a igualdade de acesso aos interessados.

"Estamos percorrendo as capitais brasileiras para orientar as pessoas na elaboração dos projetos e apresentando a elas o edital. Desta forma, democratizamos o acesso das pessoas à verba, tiramos dúvidas e falamos de prazos; é uma forma de dar mais transparência para o processo", explicou Miriam de Barros.

Este ano, a Petrobras destinou R$ 110 milhões de reais para o programa, sendo que cada projeto tem teto máximo a ser pleiteado de até R$ 1,45 milhão. Além da oficina realizada pela caravana, o site do programa também está disponível a todos os interessados para retirar dúvidas e prestar esclarecimentos de forma online e prática em http://www2.petrobras.com.br/minisite/desenvolvimento_cidadania/index.asp.

Segundo Miriam, serão aceitos projetos que se encaixem nas seguintes áreas: geração de renda e oportunidade de trabalho – "podem ser projetos, por exemplo, ligados à pesca, à costura, que gerem renda", cita Miriam; educação para qualificação profissional – "como exemplo posso dar cursos que encaminhem alunos para o mercado de trabalho" – e garantias dos direitos da criança e do adolescente – "podem ser projetos desenvolvidos no contra-turno escolar, como esporte, cultura, etc", complementa a gestora, salientando que cada projeto deve ter a duração de 24 meses.

 

Abrangência nacional

De 2007 a 2009, o Programa investiu R$ 396 milhões em 1.891 projetos. O programa prevê investimentos de R$ 1,3 bilhão até 2012, que deverão permitir a realização de projetos que atendem direta e indiretamente a 18 milhões de pessoas em todos os estados do País. Na última edição do Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras, dois projetos sul-mato-grossenses foram contemplados: o "Livros que falam", do Instituto Sul-mato-grossense para Cegos Florivaldo Vargas e "Fortalecimento da Agricultura Familiar MS", da Comissão Pastoral da Terra de Mato Grosso do Sul.

As inscrições podem ser feitas gratuitamente até o dia 21 de maio, no site do Programa (www.petrobras.com.br/desenvolvimentoecidadania).

Leia Também