Domingo, 19 de Novembro de 2017

Campo-grandense entra para a seleção brasileira de natação

18 MAI 2010Por 07h:00
Eduardo Miranda

O nadador campo-grandense Leonardo de Deus, 19 anos, do Clube Pinheiros, está entre os 24 atletas convocados ontem pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) para compor a seleção brasileira que participará do Torneio Pan-Pacífico de Natação, no próximo mês de agosto, em Irvine, nos Estados Unidos.

A competição é a mais importante do ano na natação mundial. “É o torneio mais significativo da minha carreira até agora, e vou treinar forte para nadar a final”, disse Leonardo de Deus, que participará da prova dos 200 m borboleta.

O campo-grandense começou a projetar-se na natação internacional em março deste ano, ao conquistar a medalha de ouro nos 200 m costa e nos 200 m borboleta nos Jogos Sul-Americanos, realizados em Medelín, na Colômbia. No último dia 5 deste mês, ele conquistou o primeiro lugar dos 200 m borboleta no Troféu Maria Lenk, a principal competição da natação brasileira. Na final, ele derrotou nada menos que o paraibano Kaio Márcio, quarto colocado desta mesma prova do Mundial de Natação de Roma, na Itália, realizado no ano passado.

Leonardo de Deus acredita que poderá fazer bonito em Irvine. “A minha melhor marca do ano nos 200 m borboleta foi 1min58s, se conseguir baixar disso no Pan-Pacífico, vou para a final com chance de pódio”, explicou.

Os 200 m borboleta, especialidade de Leonardo de Deus, também é a prova principal do norte-americano Michael Phelps, maior fenômeno da natação mundial, com 16 medalhas de ouro olímpicas conquistadas ao longo da carreira. “Se conseguir atingir a minha meta, vou para a final com ele, e com chances de vitória”, afirmou, otimista, Leonardo de Deus.

Cielo
Os outros destaques da seleção brasileira de natação são Cesar Cielo e Nicholas Santos, do Flamengo, especialistas nos 50 m e 100 m livre; além de Thiago Pereira, do Corinthians, que, assim como Kaio Márcio e Leonardo de Deus, nada os 200 m borboleta.
Os 24 atletas convocados passarão por um treinamento em altitude para a adaptação ao clima norte-americano. A preparação será no Centro de Alto Rendimento de Sierra Nevada, na Espanha, no próximo mês de junho.

Leia Também