Segunda, 20 de Novembro de 2017

Futebol

Campo Grande é um celeiro de craques

25 JAN 2010Por JAKSON PEREIRA08h:34
Mesmo após muitos anos no esquecimento, sem disputar o Campeonato Brasileiro da Série A ou B, e apenas participando da Copa do Brasil, em Mato Grosso do Sul e principalmente Campo Grande têm-se revelado grandes talentos para o futebol brasileiro e até mesmo do exterior, constituindo-se em um verdadeiro celeiro de craques. Nos últimos anos surgiram jogadores como Keirrison, atacante contratado em 2009 pelo Barcelona e emprestado ao Benfica de Portugal; Jean, volante do São Paulo; Roberson, meiaatacante do Grêmio; Marcelo Moretto, goleiro que passou pelo Benfica de Portugal e que atualmente está no Brasiliense, e muitos outros. Destaque Keirrison, um dos principais destaques do País nos últimos anos, é um exemplo de que o Estado é u m celeiro de craques. Filho do ex-atacante do Operário Adir Carneiro, o atacante surgiu nas categorias de base do Clube Esportivo Nova Esperança (Cene) e não demorou para deixar o Estado negociado com o Coritiba. Atuando pelo clube paranaense, o atleta foi artilheiro e uma das revelações do Campeonato Brasileiro de 2008. O bom desempenho do jogador, então com 19 anos, chamou a atenção dos principais clubes do Brasil e da Europa, porém ele preferiu transferir-se para o Palmeiras. Em 2009, após alguns meses no Parque Antártica, Keirrison recebeu a proposta que todo jogador esperava: atuar no time do momento, Barcelona. Após muita negociação, o atleta transferiu-se para o clube catalão, porém o treinador Josep Guardiola preferiu emprestá-lo ao Benfica de Portugal para se “adaptar ao futebol europeu”. Atualmente na reserva do time português e mesmo com propostas de clubes brasileiros e europeus, o atacante espera cumprir o contrato com o Benfica, que termina em junho, para brigar por uma vaga no Barcelona.

Leia Também