Sexta, 24 de Novembro de 2017

Câmara avalia envolvimento de vereadores em negociatas

20 MAR 2010Por 02h:58
A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Dourados está providenciando cópias dos processos das operações Owari e Brothers, ou pelo menos parte deles, para avaliar a participação dos vereadores Sidlei Alves (DEM), Humberto Teixeira Júnior (PDT) e Paulo Henrique Bambu (DEM) em atos ilícitos denunciados pelo Ministério Público Estadual, depois de investigações da Polícia Federal, no ano passado. A informação é do presidente da comissão, Zezinho da Farmácia (PSDB). Zezinho lembrou que “oferecida a denúncia pelo Ministério Público Estadual, cabe ao Tribunal de Justiça analisar as provas e, então, aceitar ou não a denúncia, assegurando a todos o direito à defesa”. Zezinho da Farmácia citou que “não há condenação ainda e, desta forma, a Comissão de Ética vem, desde a denúncia feita pela Polícia Federal, se reunindo e acompanhando as investigações. Decidimos por aguardar o Tribunal de Justiça acatar ou não a denúncia, para depois esta comissão ver quais as providências cabíveis em cada caso”. “Havendo um conjunto probatório, não iremos nos furtar em nossas obrigações de iniciar procedimento administrativo”, disse o vereador. “Qualquer condenação implicará na perda imediata e automática dos mandatos pelos envolvidos. A comissão deve ter o necessário cuidado para não se sobrepor às decisões judiciais”, completou. (CF)

Leia Também