Sábado, 25 de Novembro de 2017

Busca por qualificação cresceu na Capital

28 JUN 2010Por 06h:26
Como toda mão de obra, a do setor imobiliário também precisa ser qualificada. E, por conta do grande volume de trabalhadores inseridos nesse mercado, escolas profissionalizantes têm verificado acréscimo significativo na procura por capacitação na área de corretagem.

Em Campo Grande são apenas duas que atuam neste segmento, registradas no Conselho Estadual de Educação. Uma delas, a Padrão, viu o número de alunos saltar nos últimos cinco anos de 14 para mais de 200, revelando crescimento superior a 1.300%. Só do ano passado para este, o acréscimo foi de mais de 100 matriculados.

 “Notamos também uma mudança de comportamento dos inscritos. Até 2009 eles se matriculavam pensando na possibilidade de mercado, hoje não, eles vêm com vaga garantida, muitos já empregados”, conta a gerente Moara Bueno. Segundo ela, a necessidade de profissionais com qualificação no ramo é tanta, que algumas imobiliárias chegam a selecionar candidatos a vagas disponibilizadas e encaminhar para a formação, auxiliando, inclusive, nos custo do curso, para garantir o funcionário. (AM)

Leia Também