Sábado, 18 de Novembro de 2017

Bienal do Teatro será aberta amanhã

13 JUL 2010Por 21h:13
CRISTINA MEDEIROS

O monólogo tragicômico “Apareceu a Margarida”,  com atuação de Arce Correia, o mesmo criador da personagem Maria Quitéria, é o espetáculo que abrirá, amanhã, a primeira edição do “Cena do Mato – Bienal do Teatro de Mato Grosso do Sul”, que termina dia 18 de julho.
A encenação retrata o comportamento ditatorial de uma professora que não está adequada à realidade temporal de seus alunos. A peça, que traz características modernas na linguagem e no figurino, é uma denúncia do sistema da ditadura militar que leva o público a refletir as ditaduras atuais em que vive.
A abertura oficial do evento acontecerá às 19h30min, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo e às 20h será apresentado o monólogo do Teatral Grupo de Risco.
Na quinta feira, o mesmo grupo apresentará “A princesa engasgada”, às 14h, na Praça Ary Coelho. Ainda no dia 15, a Cia. Tau, de Nova Andradina, encena o drama “De pai pra filhos”, às 20h, no anfiteatro da Escola Hércules Maymone.
A programação de espetáculos continua na sexta-feira, com a comédia “Por causa da Susana”, do grupo Teatro Identidade de Três Lagoas, às 14h, no Teatro Aracy Balabanian e a peça “A cabeleireira”, do Hendy – Grupo de Teatro e Experimento de Dourados, às 20h, também no Teatro Aracy Balabanian, e a partir das 22h, a Escola de Samba da Vila Carvalho recebe os participantes da Bienal do Teatro e seu público para uma grande confraternização na quadra da escola.
No sábado, a Trupe Arte e Vida de Naviraí encena a peça “Giramundo”, às 14h, na Praça Ary Coelho. Já o grupo Circo do Mato, da Capital, apresentará a peça “Encruzilhada – o último cabaré”, às 20h, no Teatro Aracy Balabanian.
Encerrando as apresentações teatrais no dia 18 (domingo), estará o Teatro Imaginário Maracangalha com “Contos da Cantuária”, às 10h30min, na Praça Ary Coelho e o grupo Todos como Amigos, de Nova Alvorada do Sul, com “Os saltimbancos”, às 14h, no Teatro Aracy Balabanian e o Mercado Cênico com a peça “Incontornáveis”, às 19h, no mesmo local.
Além das apresentações dos espetáculos selecionados e das oficinas estão programadas mesas de discussões sobre o teatro sul-mato-grossense entre os artistas da Capital e do interior. E toda noite haverá uma programação alternativa com músicos campo-grandenses no Bar Alagados situado na avenida Fernando Corrêa da Costa. O evento é um projeto realizado pelo Grupo Mercado Cênico em parceria com o Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da sua Fundação de Cultura através do Fundo de Investimentos Culturais (FIC).
Toda a programação é gratuita.

Leia Também