Quinta, 23 de Novembro de 2017

Barrichello empolgado com projeto

23 JAN 2010Por 08h:15
Sexta colocada do Mundial de Construtores da Fórmula 1 em 2009, a Williams não vai utilizar a base daquele bem sucedido. A escuderia começará do zero, em uma tática que agrada a Rubens Barrichello. Como brinca dizendo que “não se ganha nada telefonando” a engenheiros, no mês de janeiro, Rubinho já visitou a fábrica da Williams, em Grove, por várias vezes e se mostra empolgado com o desenvolvimento do novo carro, o FW32, que nesta semana fora chamado de “uma coisa muito nova do ponto de vista aerodinâmico” pelo diretor técnico Sam Michael. Segundo o brasileiro, as expectativas quanto ao modelo, que pretende quebrar o jejum de vitórias da equipe que já dura desde 2004, são mesmo muito boas. “É bom acompanhar como está a Cosworth e ver as intenções”, afirmou Michael, elogiando ainda a fornecedora de motores. “Eles não querem apenas ir bem, mas também ganhar”. A sensação de ganhar provas foi sentida por Barrichello em duas ocasiões em 2009, quando, guiando para a Brawn GP, deixou para trás um próprio tabu - não vencia uma prova desde 2004, pela Ferrari. Agora, ele quer mais e, aos 37 anos, ainda sonha com o inédito título mundial.

Leia Também