Quinta, 23 de Novembro de 2017

Bala de colágeno

13 ABR 2010Por 20h:42
Scheila Canto

A bala de colágeno é a nova queridinha dos que buscam a combinação perfeita para quem busca emagrecimento e o combate à flacidez. Criada com o objetivo de favorecer a estética, ajuda a repor o colágeno perdido ao longo da vida e enrijece a pele. Dos Estados Unidos à chegada por aqui foi só questão de tempo. Aliás, tempo necessário para darem a ela uma tarefa a mais: ajudar no emagrecimento.

Um organismo saudável necessita de colágeno para a manutenção do tônus muscular e de uma pele firme. Pesquisas mostram que, por volta dos 25 anos, o organismo começa a diminuir a produção de colágeno. Aos 50 anos, o corpo só produz em média 35% do colágeno necessário. Supõe-se que esta seja uma das principais causas do envelhecimento. Com a diminuição do colágeno, os músculos ficam flácidos, diminui a densidade dos ossos, as articulações e ligamentos perdem a elasticidade e a força, a cartilagem que envolve as articulações fica frágil e porosa. Os cabelos perdem o viço, pois diminui a espessura do fio capilar. A pele fica mais fraca, desidratada e sem elasticidade, culminando em flacidez e no aparecimento de estrias. O ganho de reserva de gordura é mais acentuado.

Embora não seja panaceia, a solução para esses problemas está em uma bala, composta de colágeno hidrolisado, um tipo especial de gelatina. Esse poderoso ativo aumenta a hidratação da pele e do cabelo, previne estrias e varizes, aumenta a tonicidade muscular, fortalece as unhas, combate celulite e flacidez, suaviza rugas, cuida dos ossos e das articulações e gera sensação de saciedade quando consumido com água, auxiliando no processo de emagrecimento. Quer mais? Ele permite que ao médico que incorpore à receita outras substâncias com função emagrecedora, hidratante, antioxidante e/ou rejuvenescedora.

E é esse colágeno hidrolisado presente nas balinhas que está virando febre. Usado para dar base ao doce (no formato de bala ou bombom), ele tem cerca de 20 aminoácidos – mais do que na gelatina que a gente come de sobremesa.

Trata a pele e ajuda  a emagrecer
De acordo com os especialistas, os resultados na pele não demoram muito para aparecer. Poderão ser observados a partir de dois ou três meses de tratamento. Há melhora de até 10% na elasticidade e 5,5% na firmeza. É claro que isso depende da dose usada e do envelhecimento cutâneo de cada pessoa. Para conseguir um efeito melhor durante o processo, é comum a utilização de cremes, massagens e aparelhos para estimulação do colágeno.

Mas não é só a pele a única beneficiada pelas balas. Ervas de uso medicinal podem ser incluídas na fórmula, como os produtos para ajudar a reduzir gordura, diminuir a vontade de comer doces, controlar o apetite. Em Campo Grande, uma farmácia de manipulação já tem uma fórmula pronta que inclui: faseolamina (que reduz a absorção dos carboidratos), slendesta (proteína da batata que promove a saciedade), cassiolamina (diminui a digestão e absorção das gorduras na dieta) e a pholiamagra (conhecida como a erva antibarriga, que auxilia na queima da gordura na região abdominal).

Leia Também