Sexta, 17 de Novembro de 2017

Ataques suicidas a hotéis matam 16 na capital afegã

27 FEV 2010Por 05h:20
Insurgentes realizaram ataques no coração da capital afegã ontem, quando atacantes suicidas a bordo de um carro-bomba atingiram hotéis frequentados por estrangeiros e mataram pelo menos 16 pessoas, além de ferirem dezenas de pessoas. A milícia fundamentalista islâmica Taleban assumiu a responsabi l idade pelos ataques, que, segundo o presidente Hamid Karzai tiveram como alvo indianos que trabalham em Cabul. O Taleban se opõe ao envolvimento da Índia no país e a seus laços com a Aliança do Norte que ajudou os Estados Unidos a derrubar o regime do Taleban em 2001 e que forma a espinha dorsal do governo de Karzai. Seis indianos foram mortos nos ataques, disse um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do país, revisando o número inicialmente estimado de nove mortos. Três policiais afegãos foram mortos e outros seis estão dentre as 38 pessoas feridas, informou o governo afegão. O ataque começou por volta das 6h30min com a explosão de um carro-bomba que destruiu um hotel usado por médicos indianos. A seguir, explosões e tiroteios deixaram sangue e escombros pelas ruas e revelaram a capacidade dos militantes de realizar ataques na capital fortemente protegida, enquanto forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) combatem no sul do país. Os ataques O chefe da polícia de Cabul, Abdul Rahman Rahman, disse aos jornalistas que os ataques começaram com um carro-bomba que explodiu do lado de fora do hotel Arya, onde médios indianos se hospedam. Alguns trabalham no Instituto de Saúde da Criança Indira Gandhi, localizado na cidade. A explosão destruiu o prédio, também conhecido como hotel Hamid. Após a explosão do carro, um atacante suicida detonou seu colete de explosivos do lado de fora. Outros dois atacantes então entraram no hotel Park Residence e a polícia cercou o prédio. Um deles entrou num dos quartos e se explodiu, matando três policiais e ferindo seis. O outro atacante foi morto a tiros pela polícia. Grande ofensiva Os ataques de Cabul aconteceram na segunda semana da grande ofensiva contra a cidade de Marjah, controlada pelo Taleban, onde centenas de soldados norte-americanos, afegãos e da Otan lutam para expulsar os insurgentes. O governo britânico informou que um de seus soldados foi morto ontem após uma explosão quando fazia uma patrulha a pé, o 14º soldado da Otan a morrer durante a operação. Em comunicado divulgado ontem, Karzai condenou a ação como “um ataque terrorista contra cidadãos indianos” que estavam ajudando o povo afegão. Ele não disse se o fato poderia afetar as relações entre a Índia e o Afeganistão.

Leia Também