Sexta, 24 de Novembro de 2017

Artuzi tenta pegar carona na popularidade do presidente

24 AGO 2010Por 09h:17
Fábio Dorta, Dourados

Embora esteja no palanque do governador André Puccinelli (PMDB) nas eleições deste ano, contrariando, inclusive, determinação do PDT, o prefeito de Dourados Ari Artuzi (PDT) quer tirar proveito político da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) hoje a Dourados. Seu plano é “pegar carona” na popularidade da principal estrela petista. Por isso, quer reunir o maior contingente de eleitores nos atos, que ele e Lula vão participar.
Com a justificativa de que a visita será um momento histórico para a cidade, que há cerca de 30 anos não recebe um presidente, Artuzi decidiu dispensar do trabalho os servidores públicos municipais, decretando ponto facultativo nas repartições.
Além disso, a Prefeitura de Dourados vai custear ônibus de graça para a população, saindo da Praça Antônio João, a partir das 7h30min, com destino à UFGD. “Convidamos toda a população para nos ajudar a receber o presidente Lula de uma forma bem calorosa”, afirmou o prefeito, em nota oficial distribuída pela assessoria de comunicação.

Agenda
A chegada do presidente a Dourados está prevista para as 9h30min no Aeroporto Municipal Francisco de Mattos Pereira. Ele virá com o ministro da Educação Fernando Haddad. Logo após o desembarque, Lula e sua comitiva seguem para a BR – 163, na saída para Campo Grande, onde vai inaugurar a obra de duplicação da rodovia (o trecho duplicado vai até o distrito de Vila Vargas).
Depois, o presidente segue para o Campus II da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), onde participará de uma solenidade alusiva aos cinco anos de implantação da instituição de ensino superior e ainda vai inaugurar obras no local e anunciar novos investimentos. Não há nenhuma agenda política programada oficialmente para Dourados.

Leia Também