Sexta, 17 de Novembro de 2017

Arrecadação da União em MS aumentou quase 22%

19 MAI 2010Por 06h:19
VERA HALFEN

A arrecadação de tributos federais em Mato Grosso do Sul cresceu 21,9% em abril. Foram R$ 183,16 milhões recolhidos no mês passado, contra R$ 150,27 milhões de abril/2009. No comparativo com março, o volume de receita saltou 63,6%, totalizando R$ 111,90 milhões, em valores nominais (sem descontar a inflação).
No primeiro quadrimestre de 2010, a soma dos tributos chegou a R$ 522,49 milhões, porém, no mesmo período do ano passado, o volume foi de R$ 530,50 milhões, ou seja, recuo de 1,5%.
Por outro lado, os principais impostos federais recolhidos em Mato Grosso do Sul, em abril deste ano, tiveram aumento expressivo. O Imposto sobre a Renda (IR) avançou R$ 11,83 milhões, passando de R$ 87 milhões em 2009 para R$ 98,8 milhões (13,6%). Também o recolhimento da Contribuição Social (Cofins) pulou de R$ 24,89 milhões no ano passado para R$ 37,04 milhões em 2010 (4,9%), ou seja, R$ 12,15 milhões a mais nos cofres da União. O mesmo aconteceu com o PIS, que chegou a R$ 13,39 milhões neste ano, contra R$ 10 milhões no ano anterior (3,4%), registrando R$ 3,39 milhões extras em 2010.

No País
Em abril, a arrecadação de tributos totalizou R$ 70,9 bilhões em todo o País. O resultado representa crescimento real – acima do IPCA – de 16,7% em relação a abril de 2009 e de 18,6% ante março. No acumulado de janeiro a abril, a arrecadação somou R$ 256,88 bilhões, o que significa alta real de 12,5% na comparação com o primeiro quadrimestre do ano passado. Segundo a série histórica da Receita, a arrecadação de abril é recorde para o mês.
A Receita Federal atribuiu o bom desempenho da arrecadação, em abril, à recuperação dos principais indicadores macroeconômicos. Entre eles, a Receita citou a produção industrial, a venda de bens e a massa salarial, que impactaram positivamente a arrecadação do IPI, PIS e Cofins e da contribuição previdenciária, tributos considerados “termômetros” do ritmo da atividade econômica.
De acordo com dados da receita divulgados pelo órgão, nos primeiros quatro meses do ano, do total de R$ 28,84 bilhões de aumento da arrecadação no ano, R$ 8,98 bilhões se devem à Cofins e ao PIS.

Leia Também