Domingo, 19 de Novembro de 2017

Argentina goleia a Coreia do Sul

18 JUN 2010Por 04h:52
Johanesburgo, África do Sul

Ao contrário do sofrimento das Eliminatórias, a Argentina mostra autoridade no grupo B da Copa do Mundo. Liderada por Messi, o melhor do mundo, e o artilheiro Higuain, que assumiu a liderança do mundial, com três gols, a equipe de Diego Armando Maradona obteve a segunda vitória no torneio, ontem, diante da Coreia do Sul. O placar de 4 a 1 no estádio Soccer City veio como prêmio ao melhor nível técnico dos sul-americanos. Com o resultado, a Argentina alcança seis pontos e fica na liderança da chave.Na última rodada do grupo B, a Argentina enfrenta a Grécia. A Coreia do Sul encerra a participação na primeira fase diante da Nigéria. As partidas estão marcadas para o dia 22 (terça-feira).

O jogo
A Coreia do Sul apostou em uma marcação forte no meio-campo para dificultar as ações da Argentina. A tática deu certo até os 16 minutos, quando uma desatenção foi responsável pelo gol dos sul-americanos. Messi cobrou falta da esquerda e viu o desvio de Ki-Hun contra o próprio patrimônio. No susto, o goleiro Sung-Ryong tentou salvar com o pé esquerdo, mas fracassou.

Aos 33 minutos, a equipe sofreu o segundo gol. Em jogada ensaiada na falta pela ponta esquerda, Messi rolou para Maxi Rodríguez cruzar. Mesmo de costas para o gol, Burdisso desviou de cabeça e deixou Higuain, nas costas da zaga, livre para balançar as redes.

O jogo estava controlado, porém a defesa argentina resolveu dar emoção ao jogo. Demichelis quis dominar uma bola na entrada da área defensiva e acabou desarmado por Chu-Young, que invadiu a área para marcar por cobertura.

Empolgada, a Coreia do Sul voltou explorando os contra-ataques e ficou perto do empate. Aos 12 minutos, o habilidoso Chung-Young deixou Ki-Hun em condições de marcar, só que Romero fechou o ângulo e acompanhou o chute do rival balançar a rede pelo lado de fora.
Aos 31 minutos, Messi recebeu de Aguero, invadiu a área e chutou para a defesa de Sung-Ryong. Na sobra, o melhor do mundo castigou de novo e acertou a trave. Finalmente, Higuain, livre na pequena área, completou.

Para encerrar a bela atuação, uma jogada que apresentou o tradicional toque de bola argentino. Messi e Aguero participaram da criação. Higuain, mais uma vez, arrematou para as redes: 4 a 1.

No final do jogo o técnico Maradona, que comemorou muito, recebeu os jogadores, fora do campo, com beijos e abraços.

Leia Também